Economia

Firjan diz que manutenção da taxa de juros em 14,25% não surpreendeu

 

economia

A economia brasileira caminha para fechar o ano com uma queda de 3% do PIB. foto: divulgação.

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou nota sobre a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) de manter, pela terceira vez consecutiva, os juros básicos da economia (taxa Selic) em 14,25% ao ano.

A decisão do Copom não surpreendeu, diz a nota da Firjan, ressaltando que a economia brasileira caminha para fechar o ano com uma queda de 3% do PIB, apesar de a inflação apontar para a superação da barreira dos dois dígitos. Para a entidade, as expectativas em 2016 indicam mais um ano de recessão e inflação acima do limite estabelecido.

Ainda, de acordo com a nota, “a persistência desse quadro coloca ainda mais em evidência o papel decisivo que a política fiscal precisa desempenhar para recolocar a economia de volta aos trilhos do crescimento com inflação controlada. Uma política fiscal crível e focada em redução dos gastos públicos de natureza corrente é a única saída para a recuperação da confiança de empresas e consumidores, condição necessária para a retomada dos investimentos e do crescimento”.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir