Política

“Fiquei trabalhando e não tive a satisfação de ouvir”, diz Temer sobre Dilma

O presidente interino Michel Temer recebeu os atletas olímpicos no Palácio do Planalto - foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

O presidente interino Michel Temer recebeu os atletas olímpicos no Palácio do Planalto – foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

O presidente interino Michel Temer disse nesta segunda-feira (29) que não teve “tempo” e “satisfação” de acompanhar o depoimento da presidenta afastada Dilma Rousseff no julgamento final do processo de impeachment no Senado, ao ser questionado por jornalistas no Palácio do Planalto.

Temer deu a declaração durante evento no Palácio do Planalto, quando se encontrou com cerca de 60 atletas olímpicos. No encontro, Temer garantiu mais recursos para desenvolver o esporte brasileiro.

Enquanto Dilma voltava, após o intervalo de almoço, a responder questionamentos dos senadores, o presidente interino recebeu, no Palácio do Planalto, uma delegação de atletas olímpicos.

Perguntado sobre como avaliava o discurso da presidenta afastada no início da manhã, Temer disse não ter tido tempo para assistir à defesa da presidenta afastada. O presidente interino passou a manhã no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência da República.

“Sabe que eu não tive tempo de ouvir. Confesso que não tive tempo de ouvir [o discurso de Dilma]. Fiquei trabalhando em uns despachos e não tive a satisfação de acompanhar o discurso”, disse Temer após o encontro com os atletas.

O presidente interino acrescentou que acompanhará essa etapa do julgamento “com tranquilidade absoluta”. “Sou obediente às instituições e espero respeitosamente a decisão do Senado Federal”, disse.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, também participou da cerimônia. Segundo ele, os bons resultados nos Jogos Olímpicos aumentaram o compromisso do país em dar qualidade e aperfeiçoar os programas esportivos. “Teremos cada vez mais o esporte como política pública de primeira grandeza”, disse o ministro.

Após ouvir a fala de Picciani, Temer reiterou o interesse do governo em, apesar das dificuldades fiscais, investir no esporte. “É mais do que legítimo que sua pasta tenha mais recurso para desenvolver o esporte brasileiro”, disse o presidente interino em discurso, além de ressaltar a importância da atuação da Força Nacional na segurança dos jogos.

Dirigindo-se aos atletas, o presidente interino destacou a boa influência que eles passam aos jovens. “Vocês são brasileiros que dão exemplo para todo o Brasil. Muitos jovens que encontrei têm agora como sonho participar dos Jogos Olímpicos”.

Após o término do evento, ministros de diversas áreas deram início à reunião sobre a organização da Paralimpíada, que começará no dia 7 de setembro. Participam da reunião ministros da Justiça, Turismo, Cultura, Casa Civil, Advocacia-Geral da União e Segurança Institucional.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir