Esportes

Fim de jogo: Princesa e Gurupi-TO empatam em 3 a 3 pelo mata-mata da Série D

As equipes brigaram muito pelo resultado – Janaielton Falcão

Em busca de uma vaga nas oitavas de finais da Série D do Campeonato Brasileiro 2017, Princesa do Solimões e Gurupi-TO empataram em 3 a 3, na tarde deste domingo (9), no estádio Gilberto Mestrinho – o “Gilbertão”, em Manacapuru (município distante 88 km de Manaus). Branco e Weverton duas vezes balançaram as redes para os amazonenses. Régis, Bruno Moraes e Rafael Saião anotaram para os visitantes.

Um resultado justo em um jogo onde as equipes brigaram pelo resultado. O Gurupi marcou três gols na casa do adversário após apresentar uma proposta com contra-ataques ousados. Já, o Princesa aproveitou o fator casa e a falta de fôlego do adversário nos minutos finais para tentar virar o jogo.

Com o resultado, o Princesa precisará vencer o rival no próximo domingo (16), no estádio Resendão, em Gurupi (TO). Os tocantinenses precisarão apenas de um empate para ir às oitavas de finais.

Atacante Branco comemora primeiro gol do Princesa do Solimões – Janailton Falcão

Homenagem

Um minuto de silêncio foi feito durante o início da partida em memória do jornalista Paulo Ricardo de Oliveira, que morreu na última sexta-feira (7), em São Paulo, vítima de um câncer. Ele atuou, principalmente, na área esportiva por veículos de comunicação do Amazonas.

O jogo

O atacante gurupiense Régis inaugurou o placar logo aos quatro minutos do primeiro tempo. Ele aproveitou estourada de bola do zagueiro Willian Feijão, recebeu e tocou por cima do goleiro Rascifran; 1 a 0.

Pela esquerda, o lateral Getúlio,  que é destro, improvisou no setor, levou a bola à linha de fundo e com a canhota cruzou procurando Branco. Ele antecipou-se ao zagueiro Bruno Teixeira e com uma cabeçada deixou tudo igual: 1 a 1.

Por pouco o Tubarão de Manacapuru virou o jogo em duas ocasiões. O arqueiro Welder Aurora salvou os tocantinenses. Aos 27, Wander exigiu importante defesa em chute de longa distância. Aos 42, Weverton cobrou falta com bastante veneno e o goleiro se esticou e espalmou para fora.

Leia também: Jogo entre Vasco e Flamengo termina em confronto com a PM; um torcedor morreu

Retorno quente

Com outra pegada, os mandantes voltaram para o segundo tempo. Aos quatro minutos, Weverton cobrou escanteio com efeito e a zaga tocantinense resvalou a bola, na sobra Júnior Baé – livre de marcação – isolou por cima do gol.

Quem não faz leva. O Gurupi-TO fez prevalecer a reciprocidade do futebol e passou à frente do placar. Aos sete minutos, Bruno Moraes, em jogada individual, passou por Rafael e tocou na saída de Rascifran: 2 a 1.

Aos 45, Bruno Moraes construiu jogada para Saião tocar para o fundo da rede: 3 a 3 – Janailton Falcão

Logo aos 11, o Princesa foi para o tudo ou nada em busca do empate. Branco triangulou com Toró que foi derrubado na grande área. O acriano Carlos Ronne Casas Paiva marcou pênalti. Bola para o canto e goleiro para o outro. Weverton assumiu artilharia isolada do campeonato e deixou tudo igual: 2 a 2.

Após ficar no quase com duas cabeçadas de Hamilton e Branco, até quem em fim o gol da virada alvirrubra aconteceu. Aos 34, Hamilton tabelou com Weverton que passou pela defesa e chutou certeiro no canto esquerdo: 3 a 2.

Mas, Rafael Saião jogou água no chopp do time manacapuruense. A torcida local comemorava o que era o gol da vitória. Aos 45, Bruno Moraes construiu jogada para Saião tocar para o fundo da rede: 3 a 3.

Weverton destaca raça nos minutos finais

Para o artilheiro princesense Weverton, o resultado veio da maneira que pôde. Ele destaca jogos do mata-mata como batalhas campais.

“Serão jogos assim. Ainda é possível nossa classificação. Vamos ter que aprontar na casa deles agora”.

Responsável pelo gol que calou o Gilbertão, o talismã Rafael Saião exaltou a coletividade. “O gol não foi meu. O gol foi do grupo. O resultado é do grupo”, frisou.

FICHA TÉCNICA
PRINCESA DO SOLIMÕES 3X3 GURUPI-TO

Local: estádio Gilbertão, em Manacapuru (AM);
Árbitro: Carlos Ronne Casas Paiva (AC)
Público pagante: 580 Renda: R$ 5850
Gols: Régis 4 e Branco 19 do 1°; Bruno Moraes 7 e Weverton (pênalti) 11 e 34 e Rafael Saião 45 do 2°
Cartão amarelo: Júnior Baé, Toró e Marcelo Lanza
Expulsão: Toró

PRINCESA DO SOLIMÕES: Rascifran; Clemilton (Gelvane), Júnior Baé, Eric e Getúlio; Rafael (Hamilton) Toró e Wander; Randerson, Weverton e Branco (Marinelson)
Técnico: Alberone

GURUPI-TO: Welder Aurora; Apodi, Bruno Teixeira, Willian Feijão e Marcelo Lanza; Paulista, Ederson, Antônio Flávio (Rafael Saião) e Bruno Moraes; Régis e Batata (Willian)
Técnico: Wladimir Araújo

João Paulo Oliveira
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir