Sem categoria

Fiação elétrica desgastada amedronta moradores da Zona Leste

DIA_C1_FIAÇAO_aRTRHURCASTRO_AGORA

Papagaios de papel, mato, calçados e até mesmo bichos de pelúcia, contribuem para desgastar tanto a fiação elétrica de baixa e média tensão – foto: Arthur Castro/AGORA

Enquanto moradores da comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes, na Zona Leste aguardam o resultado do laudo da perícia técnica, previsto para sair hoje, sobre o acidente que resultou na morte de um casal no último dia 5, o medo e a sensação de insegurança tomam conta de comunitários da área, que são obrigados a conviver com o descaso e a falta de manutenção de postes e fiação elétrica.No acidente do último domingo, outras 14 pessoas também ficaram feridas, após serem atingidas pela descarga elétrica de uma fiação antiga, que se desprendeu de um dos postes da rua Oriente.

Moradora da rua em que o acidente ocorreu, a doméstica Miriam Feitoza, 54, informou que a sensação de insegurança, mesmo, praticamente, uma semana após o acidente, ainda assusta. “É impossível você passar pela rua e não lembrar de tudo o que aconteceu. Poderia ser um de nós, um parente. É triste, pois, pagamos nossas contas para termos segurança e isso falta aqui no bairro. Quase não temos calçada para transitar e somos obrigados a andar debaixo da fiação que está velha”, desatacou.

Após o acidente, ainda no início da semana, equipes da Eletrobrás Distribuição Amazonas encontraram muitos objetos estranhos atrelados à rede do bairro Armando Mendes, mas, situação que não se limita apenas aquele bairro. Além do mato, papagaios de papel, calçados amarrados e até mesmo bichos de pelúcia, que com o peso, desgastam a fiação, foram encontrados pelo AGORA.

“Vamos conviver com essa fiação velha e desgastada até quando? Vai ser preciso morrer mais gente para que essas fiações sejam trocadas. Nunca fizeram uma manutenção aqui na rua de casa, vez ou outra papoca tudo aqui e isso assusta todos os moradores. Já liguei inúmeras vezes, mas nossa demanda nunca é atendida”, disse o auxiliar de máquinas Carlos de Souza, 25, morador do bairro Terra Nova.

A equipe de reportagem percorreu diversas ruas dos bairros Jorge Teixeira, Terra Nova, Armando Mendes e João Paulo, ambos na Zona Leste e constatou que a fiação elétrica, tanto de baixa, como de média tensão, está cada vez mais desgastada pelo tempo.

Apoio

Em nota, a Eletrobrás informou que a assistência social da empresa está prestando todo o auxílio necessário às famílias com acompanhamento do estado de saúde e atendimento aos feridos. De acordo com boletim médico da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), as filhas do casal morto durante o acidente, Larissa Emanuelle, de 11 meses, e Lara Nascimento, de 3 anos, permanecem internadas em quadro estável no pronto-socorro da Criança da Zona Leste, o Joãozinho. Já no hospital e pronto-socorro João Lúcio, a adolescente Raiane de Souza Viana, 17, também segue em quadro estável.

Acidente

O acidente ocorreu durante um bingo de uma igreja por volta das 17h. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fio rompeu e começou a ricochetear no asfalto atingindo os populares, que se encontravam no local. O total de 16 pessoas foram atingidas pelo rompimento do fio. O casal Valdenir Rodrigues, 40, e Valdeana Augusto Nascimento, 25, não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Por Luís Henrique Oliveira/do AGORA

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir