Sem categoria

Festival Folclórico de Parintins começa nesta sexta com segurança reduzida

O Centro Integrado de Comando e Controle instalado dentro do bumbódromo para a segurança do Festival Folclórico de Parintins - foto: divulgação/SSP-AM

O Centro Integrado de Comando e Controle instalado dentro do bumbódromo para a segurança do Festival Folclórico de Parintins – foto: divulgação/SSP-AM

A ilha Tupinambarana, como também é chamada a cidade de Parintins, no Amazonas, já está cheia de turistas para mais uma edição do Festival Folclórico dos Bois Caprichoso e Garantido, que começa na noite de hoje (24). A expectativa se deve, principalmente, aos problemas que a festa enfrenta por causa da redução de recursos. Os órgãos de segurança se uniram e a prefeitura assumiu a organização do evento, para viabilizá-lo sem perder na qualidade e tranquilidade.

Em entrevista hoje (24), o secretário executivo adjunto de Segurança para Grandes Eventos, coronel Dan Câmara, da Secretaria de Segurança Pública, disse que o efetivo para esta edição é de cerca de 1.500 pessoas, metade do que costuma estar disponível para o festival.

“Comparativamente com o ano passado, é diferente devido a esse cenário econômico crítico. Mas nós acreditamos que não fará diferença em termos de qualidade. Estamos trabalhando com a premissa de que quantidade não é igual a qualidade. Com a integração, operacionalidade e sistema de comando e controle,  acreditamos que o nível de segurança em Parintins continua mantido”, afirmou o militar.

Comando e Controle

Informou, ainda, que 18 câmeras foram instaladas em pontos estratégicos da cidade e estão sendo monitoradas no Centro Integrado de Comando e Controle instalado dentro do bumbódromo.
“Parintins está operando com Manaus e de Manaus nós conseguimos enxergar tudo aquilo que está acontecendo em Parintins, o que nos dá uma capacidade de resposta mais ágil e bastante qualitativa”, explicou.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas disponibilizou para o festival 93 militares. Em 2015, foram 140. O comandante geral dos bombeiros, Fernando Sérgio, disse que o efetivo vai dar conta da demanda.

A segurança do Festival de Parintins conta, ainda, com dois navios de patrulha da Marinha para fiscalizar as embarcações que chegam à ilha e com o navio-hospital Dr. Montenegro, para casos de emergência.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir