Cultura

Festival exibe hoje o longa Para Minha Amada Morta

O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro exibe nesta sexta-feira  (18), na mostra competitiva, o longa Para Minha Amada Morta, do paranaense Aly Muritiba. O filme conta a história de Fernando, um homem que cuida do seu filho único, Daniel, um menino tímido e sensível. Depois da morte de Ana, sua esposa, todas as noites Fernando recorda o seu amor, arrumando as coisas de sua amada morta. Um dia ele encontra uma fita VHS, que mudará tudo.

Ainda na mostra competitiva, que começa às 20h30, no Cine Brasília, e tem entrada gratuita, serão exibidos os curtas Cidade Nova, de Diego Hoefel; e Copyleft, de Rodrigo Carneiro.

Na mostra Continente Compartilhado, que ocorre no Cine Cultura Liberty Mall, às 19hs, será exibido hoje o longa Ausência, de Chico Teixeira. O filme é uma coprodução entre Brasil, Chile e França. Os ingressos custam R$ 12 reais (inteira) e R$ 6 reais (meia).

A programação segue intensa neste final de semana. Amanhã, às 14h30, no Kubitschek Plaza Hotel, haverá o seminário Os lugares da curadoria. Participaram da mesa Nicolas Azalbert, da Cahiers du Cinema; Cleber Eduardo, do Festival de Tiradentes; Antônio Junior, do Olhar de Cinema; e Marcela Borela e Rafael Parrode, do Festival Fronteiras.

A mostra Brasília, conhecida do público da capital, exibirá neste sábado, às 17hs, Ninguém Nasce no Paraíso (Matriz Proibida), de Alan Schvarberg; Asfalto, de Márcio de Andrade; e O outro lado do paraíso, de André Ristum. Já no domingo, no mesmo horário, serão exibidos Johan, de Washington Rayk; João Brandão adere ao punk, de Ramiro Grossero; Dias de azar, de Priscila Pereira; Vagabunda de meia tigela, de Otávio Chamorro; Faz seu corre, de Ricardo Palito; e O melhor fotógrafo do mundo, de Faúston da Silva.

Há vinte anos a Mostra Brasília entrega o Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal como reconhecimento aos cineastas brasilienses. Os prêmios este ano somam R$ 200 mil reais, em 14 categorias. Os ingressos podem ser retirados gratuitamente na bilheteria do Cine Brasília.

Integrando a programação do festival, a Mostra Panorama Brasil exibe longas realizados recentemente em vários estados brasileiros e premiados no Brasil e no exterior. No sábado, será exibido Olhar de Nise, de Jorge Oliveira e Pedro Zoca. Domingo é a vez de 5 Vezes Chico – O Velho e sua Gente, de Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein e Eduardo Nunes. Os filmes passam às 17hs, no Cine Cultura Liberty Mall, com ingressos a R$ 12 reais (inteira) e R$ 6 reais (meia).

Já na mostra competitiva, a mais badalada do festival, serão exibidos no sábado, Quintal, de André Novais Oliveira; Afonso é uma Brazza, de Naji Sidki e James Gama; e Big Jato, de Claudio Assis. No domingo, serão exibidos A outra Margem, de Nathália Tereza; História de uma Pena, de Leonardo Mouramateus; e Santoro – O Homem e sua Música, de John Howard Szerman.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir