Cultura

Festival Até o Tucupi encerra no centro histórico

Otrash metal da banda Eutanase é a atração de sábado, no Palacete Provincial

Otrash metal da banda Eutanase é a atração de sábado, no Palacete Provincial

O Festival Até o Tucupi de Artes Integradas 2015, realizado pelo Coletivo Difusão, fecha sua programação de 11 dias de atividades artísticas e de formação neste sábado e domingo, com a já tradicional Mostra de Música, que destaca o protagonismo da mulher com o tema ‘Respeite as maninhas!’. E este ano, os shows musicais ocupam dois prédios do centro histórico da capital amazonense: o Palacete Provincial (antigo batalhão da Polícia Militar, na praça Helidoro Balbi – praça da Polícia) e o Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, sem número, Centro).

Amanhã, cinco bandas apresentam shows de 50 minutos cada, na Arena Newton de Souza de Aguiar, no Palacete Provincial. O evento tem início às 16h, com término às 22h, e contará com as bandas Anônimos Alhures, Eutanase, Luneta Mágica, o MC Denny Vira-Lata e o grupo amapaense de rap Relatos de Rua.
Ainda neste sábado, a partir das 14h, o grupo de intervenção urbana Uncommon faz uma interferência na praça Heliodoro Balbi, chamando o público para interagir com uma exposição de fotografias e mobilização para os shows no Palacete a partir das 16h.

Já no domingo, são as mulheres que encerram a programação do Até o Tucupi 2015, com uma mostra dedicada a trabalhos capitaneados por elas. O evento acontece no Teatro da Instalação, às 18h, conta com shows das cantoras Kely Guimarães e Anne Jezini, e encerra com a banda Dona Celeste, que tem em sua formação a vocalista Adriana Melo e a baterista Taísa Almeida. O Teatro da Intalação possui apenas 217 lugares.

O Até o Tucupi 2015 – ‘Respeite as maninhas!’ teve início no dia 9 de setembro, com um espetáculo musical no Teatro Amazonas e ofereceu gratuitamente em sua programação atividades artísticas e de formação na zona central da cidade, com painéis e oficinas (elaboração de projetos culturais e formação de novos coletivos); nas zonas Norte e Leste, com debate sobre Redes de Periferias no bairro do Mutirão e o projeto Hip Hop Roots, na faixa liberada da avenida Itaúba; na Zona Centro-Sul, com o projeto de dança ‘A praça em cena’, no Parque dos Bilhares; as pós-TVs (transmissões online ao vivo) ‘Sou mulher, faço arte’ e ‘Lancei, e agora?!’; e ainda a sessão de filmes ‘Cine Maninha’, uma audiência pública na Câmara Municipal e oficina Contextualização Cultural do HIV, além de um encontro de mulheres do hip hop.

Em 2015, o Festival Até o Tucupi de Artes Integradas tem o intuito de fortalecer a representatividade e valorizar a mulher no cenário cultural amazonense e nacional, destacando em todas as atividades – seja nos palcos ou nas atividades de formação e debates – a presença feminina.

O projeto ainda integra produtores, artistas e agentes/mobilizadores culturais com suas iniciativas/ideias, pulverizando ações em rede e interferências artísticas.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir