Cultura

Festival Até o Tucupi encerra no centro histórico

Otrash metal da banda Eutanase é a atração de sábado, no Palacete Provincial

Otrash metal da banda Eutanase é a atração de sábado, no Palacete Provincial

O Festival Até o Tucupi de Artes Integradas 2015, realizado pelo Coletivo Difusão, fecha sua programação de 11 dias de atividades artísticas e de formação neste sábado e domingo, com a já tradicional Mostra de Música, que destaca o protagonismo da mulher com o tema ‘Respeite as maninhas!’. E este ano, os shows musicais ocupam dois prédios do centro histórico da capital amazonense: o Palacete Provincial (antigo batalhão da Polícia Militar, na praça Helidoro Balbi – praça da Polícia) e o Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, sem número, Centro).

Amanhã, cinco bandas apresentam shows de 50 minutos cada, na Arena Newton de Souza de Aguiar, no Palacete Provincial. O evento tem início às 16h, com término às 22h, e contará com as bandas Anônimos Alhures, Eutanase, Luneta Mágica, o MC Denny Vira-Lata e o grupo amapaense de rap Relatos de Rua.
Ainda neste sábado, a partir das 14h, o grupo de intervenção urbana Uncommon faz uma interferência na praça Heliodoro Balbi, chamando o público para interagir com uma exposição de fotografias e mobilização para os shows no Palacete a partir das 16h.

Já no domingo, são as mulheres que encerram a programação do Até o Tucupi 2015, com uma mostra dedicada a trabalhos capitaneados por elas. O evento acontece no Teatro da Instalação, às 18h, conta com shows das cantoras Kely Guimarães e Anne Jezini, e encerra com a banda Dona Celeste, que tem em sua formação a vocalista Adriana Melo e a baterista Taísa Almeida. O Teatro da Intalação possui apenas 217 lugares.

O Até o Tucupi 2015 – ‘Respeite as maninhas!’ teve início no dia 9 de setembro, com um espetáculo musical no Teatro Amazonas e ofereceu gratuitamente em sua programação atividades artísticas e de formação na zona central da cidade, com painéis e oficinas (elaboração de projetos culturais e formação de novos coletivos); nas zonas Norte e Leste, com debate sobre Redes de Periferias no bairro do Mutirão e o projeto Hip Hop Roots, na faixa liberada da avenida Itaúba; na Zona Centro-Sul, com o projeto de dança ‘A praça em cena’, no Parque dos Bilhares; as pós-TVs (transmissões online ao vivo) ‘Sou mulher, faço arte’ e ‘Lancei, e agora?!’; e ainda a sessão de filmes ‘Cine Maninha’, uma audiência pública na Câmara Municipal e oficina Contextualização Cultural do HIV, além de um encontro de mulheres do hip hop.

Em 2015, o Festival Até o Tucupi de Artes Integradas tem o intuito de fortalecer a representatividade e valorizar a mulher no cenário cultural amazonense e nacional, destacando em todas as atividades – seja nos palcos ou nas atividades de formação e debates – a presença feminina.

O projeto ainda integra produtores, artistas e agentes/mobilizadores culturais com suas iniciativas/ideias, pulverizando ações em rede e interferências artísticas.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir