Sem categoria

Fazendários ameaçam deflagrar greve no Amazonas

Segundo Barbosa (à dir), fazendários podem fazer greve - foto: divulgação

Segundo Barbosa (à dir), fazendários podem fazer greve – foto: divulgação

Após realizarem uma manifestação nessa quarta-feira (7), em frente à sede do governo, técnicos e assistentes da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM) devem ter uma reunião com o governador José Melo no próximo dia 9 para discutir sobre o fim da correção salarial mensal e alterações em suas atribuições.

Segundo o presidente do Sindicato dos Fazendários do Amazonas (Sifam), Ruy Barbosa, a categoria está em estado de greve e pede um diálogo com o governo.

Ele ressaltou que se não forem recebidos na data definida pela Casa Civil, os fazendários podem deflagrar greve. “Não queremos tomar decisão antes da reunião com ele”, disse.

Segundo a Sefaz-AM, o fim da correção salarial mensal e automática dos servidores é uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que declara inconstitucional o artigo 27, da Lei 2.750/2002, sobre Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração que reajusta os vencimentos dos servidores conforme a arrecadação do Estado.

O chefe do Executivo enviou, no mês passado, uma mensagem à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que modifica o sistema de ganho da categoria. Desta forma, os fazendários ficam com os vencimentos congelados e passam a ter a atualização salarial em 1º de setembro de cada ano.

Por Cecília Siqueira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir