Sem categoria

Fazenda propõe pagar o adiantamento do 13º de aposentados em 2 parcelas

Uma parcela seria paga ainda em setembro (25%) e outra em outubro (25%). Os 50% restantes viriam em dezembro, como já ocorre hoje - foto; reprodução

Uma parcela seria paga ainda em setembro (25%) e outra em outubro (25%). Os 50% restantes viriam em dezembro, como já ocorre hoje – foto; reprodução

O Ministério da Fazenda estuda propor ao governo pagar parte do adiantamento do 13º salário dos beneficiários da Previdência Social em duas parcelas, uma que seria paga ainda em setembro (25%) e outra em outubro (25%).

Os 50% restantes viriam em dezembro, como já ocorre hoje.

A antecipação será possível, conforme os cálculos do Tesouro, graças à receita extra que o governo terá com a aprovação, nesta semana, do projeto de reoneração da folha de pagamento e de recursos adicionais que virão de algumas das concessões públicas.

A ideia da equipe econômica é diluir o impacto do gasto (cerca de R$ 15 bilhões) no caixa da União ao longo do próximo bimestre.

A presidente da República baterá o martelo nesta sexta-feira (21).

Por falta de dinheiro, a Fazenda suspendeu em agosto o adiantamento dos aposentados normalmente pago até o início de setembro. O objetivo era pagar a conta somente em dezembro, quando o 13º salário é pago. O problema é que a antecipação de 50% do benefício entre agosto e o início setembro ocorre há nove anos, apesar de não ser obrigatório.

A decisão gerou polêmica e o Executivo foi obrigado a rever sua posição, conforme antecipou a Folha de S.Paulo nesta semana.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir