Sem categoria

Fast e Penarol decidem Campeonato Amazonense Sub-20, na Arena da Amazônia, neste sábado

Troféus-sub-20-AM foto: MAuro Neto/Sejel

Para valorizar ainda mais a decisão, que este ano contou com o apoio dos órgãos de segurança e de saúde do Estado, uma solenidade está sendo organizada para o desfecho do Amazonense, com direito a um troféu – símbolo máximo de honra ao mérito – confeccionado especialmente para o vencedor – fotos: Mauro Neto/Sejel

Pela primeira vez na história do futebol de base, a tão aguardada final do Campeonato Amazonense Sub-20 será decidida na Arena da Amazônia. A partida será neste sábado (25), às 16h. Na disputa pela taça, entram em campo Fast Clube e Penarol Atlético Clube, que sobreviveram a 77 jogos e 18 rodadas.


Enquanto o “Rolo Compressor” luta pelo bicampeonato, o “Leão da Velha Serpa” quer levar a inédita Taça para Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus) e garantir a presença na Copa São Paulo de Futebol Júnior, ou mesmo na Copa Norte Sub-20. A competição recebe o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Para valorizar ainda mais a decisão, que este ano contou com o apoio dos órgãos de segurança e de saúde do Estado, uma solenidade está sendo organizada para o desfecho do Amazonense, com direito a um troféu – símbolo máximo de honra ao mérito – confeccionado especialmente para o vencedor. “É um troféu que busca motivar ainda mais os atletas, os jogadores, que são o futuro do nosso futebol. É uma taça muito bonita e segue o padrão das grandes competições a nível nacional. Tenho certeza que a garotada que levantar a taça, seja Fast ou Penarol, dentro da Arena da Amazônia, nunca mais vai esquecer deste grande dia”, afirmou o secretário da Sejel, Fabricio Lima.

O titular da pasta ainda destacou a participação da torcida desde o início da competição, que começou no dia 26 de março, com rodada dupla entre Rio Negro x Iranduba e Nacional x São Raimundo, no estádio Ismael Benigno, a Colina, no bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus. “Conseguimos por todo o Amazonense abrir nossos espaços com custo zero para os times e, desta forma, colaboramos para a vinda do torcedor e o lucro dos clubes. Tivemos por cada rodada, a grata surpresa de centenas de torcedores, como na abertura que foram registrados 749 espectadores, criando desta forma um elo com o futebol local”, destacou o Secretário.

Fast tem vantagem

Vindo de uma vitória de virada, por 3 a 2, sobre o rival dentro de Itacoatiara, na primeira decisão do campeonato, o Rolo Compressor conta com duas vantagens para ser o primeiro campeão das categorias de base na Arena da Amazônia: o do empate por ter a melhor campanha do campeonato e o de poder perder por até um gol de diferença.

“Contamos com a vantagem do empate por ter a melhor campanha do campeonato e nos preparamos da mesma maneira para enfrentar qualquer adversário”, destacou o técnico do Fast, Darlan Borges.

Penarol acredita

A vitória dentro de casa na primeira final escapou, depois de estar vencendo por 2 a 0. Sem a tão sonhada vantagem, a equipe do Penarol precisa ganhar por dois gols de diferença para levantar a taça. A situação pode parecer um tanto difícil, mas não impede o sonho da garotada de conquistar o título.

“Não temos vantagem alguma. O Fast ainda pode perder por até um gol de diferença, mas nosso time mostrou que é capaz. No primeiro jogo, fizemos dois gols em 10 minutos. Vamos atrás e com a motivação de jogar na Arena da Amazônia para sermos campeões”, declarou o treinador Ruy Aparício, que conta com a volta do zagueiro Junior para a decisão.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir