Cultura

Famoso por canções como ‘Calling’, Dan Torres apresenta-se em Manaus no próximo dia 22

Músicas próprias e regravações para trilhas de novelas compõem o repertório do show do artista. - foto: divulgação

Músicas próprias e regravações para trilhas de novelas compõem o repertório do show do artista. – foto: divulgação

Desde os tempos em que formava dupla com a cantora Cidia, o nome do cantor Dan Torres – atração do Teatro Manauara na próxima sexta-feira (22) – está associado a trilhas sonoras de novelas da Rede Globo. Até o momento já são 18 faixas para essas produções. Depois que iniciou carreira solo, a partir de 2009, os convites para interpretar sucessos de outros artistas em inglês continuaram e o auge foi a versão de “Lucy in the sky with diamonds”, do grupo The Beatles, para a abertura de “Império”, no ano passado.

“A regravação de ‘Lucy in the sky with diamonds’, certamente, rendeu um destaque maior, talvez por ter sido tema de abertura da novela”, observa o cantor, em entrevista exclusiva, por telefone, do Rio de Janeiro. E depois dessa, surgiram novos convites para marcar presença nas trilhas de outros folhetins: “Alto astral”, com “Unchained melody”, dos The Righteous Brothers, e “Sete vidas”, com “Blowin’ in the wind”, de Bob Dylan.

E engana-se quem pensa que essa associação com versões de canções para trilhas de novelas incomoda ou preocupa Dan Torres. “Eu conheço pessoas que podem ter esse tipo de preocupação em suas carreiras, mas eu nunca pensei sobre esse aspecto.

Paralelamente, sempre trabalhei a parte de compositor em minha carreira. As regravações são esporádicas e meus dois CDs solo são autorais”.

Essa separação nos trabalhos como compositor e intérprete permite ainda que Dan Torres participe da banda de rock The Underdogs, que lançou um álbum homônimo no ano passado, e de uma gravação do DJ Dux (“Don’t stop for no one”).

“Busco aceitar convites quando acredito na qualidade dos trabalhos. No caso das novelas, dei sorte de regravar músicas muito boas e fiquei lisonjeado com o convite”, afirma. E, num país onde folhetins televisivos possuem um grande alcance de audiência, para Dan é “uma honra” ter a sua voz associada a uma novela.

Mistura

Dan Torres adianta que o repertório do show que apresentará em Manaus inclui essas duas facetas da sua carreira, a de intérprete e a de compositor. Assim, o público pode esperar hits de novelas, claro, “que chamam mais a atenção”, e ainda composições próprias do artista selecionadas dos CDs “Dan Torres” (2009) e “Bring it around” (2011), além de releituras para clássicos da música internacional.

“Como estou em início de carreira, apresento essa mistura para tornar o show interessante para todos, tanto quem conhece o meu trabalho autoral, quanto quem conhece as regravações para as trilhas de novelas”, explica.

Influências

Daniel James Edward Torres tem 36 anos e mora no Brasil desde os 11. Filho de pai brasileiro e mãe inglesa, ele nasceu em Londres, onde os pais eram donos de um restaurante de comida brasileira, e costuma cantar e compor em inglês e português estilos como pop, rock, rhythm & blues e soul. Aos 18 anos decidiu se aprofundar mais na arte da música. “Foi quando percebi que era, de fato, o que o meu coração queria”.

Antes de investir na carreira solo, Dan Torres participou do reality show “Fama”, da Rede Globo, em 2004, e formou dupla com a cantora Cidia, que conheceu no mesmo programa. Juntos, lançaram músicas como “Esse amor”, “Pra você eu digo sim” e “Close to you”.

Musicalmente, o cantor é influenciado, principalmente, por artistas internacionais.

“Como bom britânico gosto de Beatles, do trabalho do Paul McCartney, Michael Jackson, já que fui criado nos anos 1980, Stevie Wonder e James Taylor”. Mas Dan também admira a produção de nomes nacionais como Chico Buarque, Djavan, Rita Lee, Maria Bethânia, Caetano Veloso e outros. “O trabalho desses artistas, certamente, faz parte da minha vida”.

O show de Dan Torres no Teatro Manauara está marcado para a próxima sexta-feira (22), às 22h. Os ingressos custam R$ 50 (setor A, meia-entrada) e R$ 40 (setor B, meia-entrada) e estão à venda na bilheteria do teatro (Piso Buriti do Manauara Shopping – avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1.300, Adrianópolis) e por meio do site www.ingresse.com.

Por Luiz Otávio Martins (especial EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir