Sem categoria

Famílias são retiradas de área de preservação entre as zonas Leste e Norte

As famílias que tiveram suas casas demolidas foram levadas a casas de parentes - foto: Josemar Antunes

As famílias que tiveram suas casas demolidas foram levadas a casas de parentes – foto: Josemar Antunes

Seis casas foram retiradas, na manhã desta quinta-feira (19), de uma Área de Preservação Permanente (APP), comunidade de Deus, no bairro São José 2, Zona Leste de Manaus. Outras 17 casas na outra margem do igarapé, no bairro Novo Aleixo, Zona Norte, também devem ser retiradas até o fim desta quinta para continuidade das obras do corredor viário do Mindu.

A reintegração de posse foi cumprida por 40 policiais militares do Batalhão de Policiamento Especial (BPE), por meio de ordem judicial. Cinco caminhões fizeram o transporte dos pertences dos moradores que ocupava o lugar de forma irregular.

As casas situadas às margens do igarapé na rua Rio Branco, bairro São José 2, Zona Leste, foram demolidas por uma escavadeira.

Na ocasião, a moradora de um dos imóveis, Anita Gentil, 50, desmaiou ao ver a casa sendo demolida. A irmã dela, Cleide Mara Gentil, 40, informou que há 25 anos morava no local. Ela assistiu a destruição da casa construída em madeira onde morava com mais seis pessoas da família.

“Agora não sei o que vou fazer, estou desempregada e sem casa para morar”, comentou inconformada.

Conforme um militar da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), não houve resistência dos moradores. As famílias foram levadas a residências de parentes. Elas alegam não terem recebidos notificações para a desocupação da área.

Os moradores que ocupavam o lugar prometem ir à Defesoria Pública Estado do Amazonas (DPE-AM). Segundo eles, a Prefeitura de Manaus estipulou valores das indenizações abaixo do exigido.

Davi Lima, coordenador técnico da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) disse que todas as famílias foram notificadas.

Por Josemar Antunes

Texto atualizado às 14h para correção de informação

1 Comment

1 Comment

  1. kleber

    20 de novembro de 2015 at 14:56

    eu concordo com retiradas pessoas que invadem o nao e seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir