Dia a dia

Família espera filha adolescente que desapareceu há mais de um mês em Manaus

desaparecida1

A família da adolescente E.S, 15, que desapareceu a mais de um mês continua aguardando seu regresso.  O pai da adolescente, o pedreiro Erlon Charles de Jesus da Silva, 42, informou que a filha sumiu no dia 13 de maio, após sair para a escola no bairro onde moram no bairro Compensa, Zona Oeste da capital.

Segundo relatou o pai, a adolescente nunca deu problema a família e não apresentava nenhum tipo de rebeldia antes do desaparecimento. “Estamos em choque. Ela sempre foi calma, nunca deu trabalho”, disse o pedreiro, acrescentando que a escola fica próximo a casa da família e que a adolescente sempre foi e voltou a pé e sozinha da escola sem nunca ter dado qualquer tipo de problema.

Após o desaparecimento, a família informou a polícia e até agora nenhuma resposta foi dada. Segundo Erlon da Silva, há aproximadamente duas semanas vizinhos informaram que visaram a adolescente em companhia de outras amiga no bairro que moram. “Nos falaram que já viram ela a poucos dias em companhia de outras amigas”, relatou o pai.

Devido as informações a família acredita que o sumiço da adolescente possa estar ligado á má companhia. “A gente acha que é má companhia. Ela deve se pegou com outras colegas. Ela já estava concluindo o terceiro ano do ensino médio e agora isso”, lembrou.

Segundo Erlon, a família não aguenta mais. Está muito triste e espera que essa situação seja resolvida o mais breve possível. “Nós esperamos ela que costumava chegar às 11 horas e ela não voltou. Não aguentamos mais. Não vejo a hora que ela volte para casa”, comentou o pai, ressaltando que a família e amigos estão fazendo as buscas também, entregando cartazes com a foto da adolescente nas casas e estabelecimentos comerciais.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil do Amazonas (PC), informou que o caso está sendo investigado pelo Departamento Estadual de Ordem Política e Social do Amazonas (Deops-Am) e que somente nesta segunda-feira (15) poderia repassar maiores informações.

Quem souber o paradeiro sobre a adolescente ou tiver informações que possam ajudar a família, pode entrar em contato através dos números (92) 99414-2093 e  99251-7784.

Por Moara Cabral (equipe EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir