Dia a dia

Família envolvida com o tráfico de drogas é presa no Novo Israel

Sete membros de uma família foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas em Manaus - foto: Divulgação

Sete membros de uma família foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas em Manaus – foto: Divulgação

Sete membros de uma família foram presos, na manhã desta sexta-feira (9), às 6h30, na rua Israel, bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus. O grupo é investigado por envolvimento com o tráfico de drogas na capital. A prisão foi uma ação conjunta envolvendo a equipe de investigação do 18° Distrito Integrado de Polícia (DIP), integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da instituição e policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Os infratores são Antônio Lucivaldo Soares Picanço, 53; Ailson Sarmento Picanço, 22; Aderson Sarmento Picanço, 26; Adilson Sarmento Picanço, 24; Maria da Silva Ferreira, 19; Katiusia Batista de Souza, 22, e Karen Elis Pereira dos Santos, 20.

De acordo com o delegado titular do 18° DIP Jone Clei, as investigações em torno deste caso iniciaram em maio deste ano, logo após o recebimento de denúncias feitas do distrito policial.

“Inúmeras denúncias informavam que a família de Antônio estaria comercializando entorpecentes e ameaçando vizinhos para que eles não denunciassem a prática ilícita. Há aproximadamente dois meses começamos a monitorar a casa deles, para que pudéssemos cumprir o mandado no momento em que eles estivessem em posse das drogas no lugar”, informou o delegado.

Durante o cumprimento ao mandado de busca e apreensão, os policiais encontraram na residência da família cerca de 190 trouxinhas com aspecto de cocaína, meio quilo de substância entorpecente com aparência de maconha do tipo skunk, dois carregadores de pistola PT. 40 com seis munições do mesmo calibre, duas balanças de precisão e aparelhos eletrônicos variados, supostamente oriundos da prática ilícita.

Conforme a autoridade policial também foi encontrado no local um caderno com aproximadamente 50 páginas, relatando toda a contabilidade da movimentação do tráfico de drogas no lugar. Segundo o titular do 18° DIP, Ailson, Aderson e Adilson, filhos de Antônio, além de serem os responsáveis por realizar entrega das drogas, eles também ameaçavam os vizinhos. Já as noras do patriarca, Maria, Karen e Katiusia, trabalhavam na negociação dos entorpecentes com os usuários.

“Além de ser o líder do tráfico na família, Antônio fazia parte de uma facção criminosa que atuava na cidade, cujo líder foi preso há três semanas por policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). Antônio também perdeu um filho, há cerca de duas semanas, por conta de disputas relacionadas ao tráfico de drogas naquela área. Os sete infratores negaram a participação nos crimes, mesmo com todas as evidências que apontam o envolvimento de todos na prática ilícita, inclusive em conversas encontradas nos celulares deles que comprovam o delito”, declarou Jone Clei.

Os sete infratores foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de munição de uso restrito. Após a realização dos procedimentos cabíveis realizados no 18º DIP, Ailson; Aderson; Adilson e Antônio serão conduzidos à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. As três jovens serão encaminhadas para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde também irão aguardar decisão judicial.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir