Sem categoria

Família amazonense pede ajuda para divulgar foto de assassino

Júnior está foragido desde novembro de 2014 - foto: arquivo pessoal

Júnior está foragido desde novembro de 2014 – foto: arquivo pessoal

A família do autônomo Rosemiro da Costa Caetano, 49, assassinado com um tiro na cabeça pelo enteado Ivanilson Barreto Coelho Júnior, conhecido como ‘Júnior’, procurou a reportagem do EM TEMPO nesta segunda-feira (13) para pedir justiça pelo crime e divulgar a imagem do suspeito que se encontra foragido.

Segundo a família de Rosemiro, o crime ocorreu no dia 18 de novembro de 2014, por volta das 20h, dentro da casa onde morava, localizada na rua Lourenço da Silva Braga, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus, após uma discussão entre a vítima e a esposa conhecida como ‘Rosa’. O enteado ficou sabendo da discussão e tomou satisfação entre a briga do casal.

“Júnior chegou a se meter na briga e, como não conseguiu parar a discussão, resolveu  usar uma arma de fogo e  atirar no meu tio”, comentou a industriaria de 33 anos, que preferiu não ter o nome revelado.

A vítima ainda chegou a ser levada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul, mas chegou morto na unidade hospitalar.

Conforme os familiares da vítima, desde o crime, o mandado de prisão preventiva foi solicitado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que passou a pedir  ajuda da família, por meio da imprensa, para divulgar a imagem do assassino.

“A pedido da polícia, estamos aqui pra divulgar a imagem do assassino. Ele (Júnior) é uma pessoa fria e já cometeu vários outros crimes com o seu comparsa”, disse um familiar.

A família reforça ainda que, ‘Júnior’ antes de cometer o crime, chegou a ser preso em fevereiro do mesmo ano, pelo crime de assalto a mão armada, juntamente com o seu comparsa, identificado como Janderson, o ‘Dinho’, que está preso por assalto. Dinho chegou a fornecer a arma do crime. Na ocasião, o padrasto chegou a pagar um advogado para libertar o enteado da cadeia.

“Após a prisão do ‘Dinho’, a polícia identificou que ele tinha participação no assassinato do autônomo”, explicou o familiar.

A polícia segue  com as investigações e conta com ajuda da população, por  meio do 181 do Disk Denúncia,  para maiores informações  sobre ‘Júnior’.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir