Esportes

Fábio Trindade segue para o Texas em busca de mais uma vitória no FFC

Pelo FFC, Trindade vai realizar a penúltima luta do card, contra o americano Charlie Ontiveros - foto: divulgação

Pelo FFC, Trindade vai realizar a penúltima luta do card, contra o americano Charlie Ontiveros – foto: divulgação

Consolidado no MMA amazonense, o lutador Fábio Trindade embarca para os Estados Unidos em busca de mais um desafio. Desta vez, o “casca grossa” vai encarar o Fury Fighting Championship (FFC), no próximo dia 17. De ‘olho’ na vitória, o amazonense segue para Houston, no Texas, com antecedência, nesta terça-feira, dia 7; para realizar aclimatação. A temporada do lutador recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Pelo FFC, Trindade vai realizar a penúltima luta do card, contra o americano Charlie Ontiveros. Focado na terceira vitória pela organização, o amazonense tem motivação de sobra para vencer o rival conhecido como “The American Bad Boy”.

“O Charlie Ontiveros é bem conhecido, a penúltima luta dele foi pelo Bellator e vamos lutar na categoria 77 kg. Eu estava na 70 quilos (categoria), mas como a organização pediu, eu fui nesta categoria e tenho certeza da vitória, pois estou fazendo meu ‘camp’ perfeito”, considerou o lutador, que venceu os americanos, James Gonzales e Warren Stewart, nas duas lutas do FFC em 2015.

Com créditos positivos na disputa, o amazonense sabe que uma vitória poderá lhe credenciar a participar de outros eventos internacionais. “Acredito que depois dessa luta eu possa ser convidado para algum evento ainda maior. E, caso eu mude de organização, vou continuar na setenta quilos”, afirmou o lutador.

Para o FFC, o lutador conta que mapeou toda a estratégia de luta, uma vez que o adversário tem características muito fortes dentro da ‘jaula’.

“É o meu maior desafio. Ele, meu adversário, tem um metro e setenta e sete de altura, um cara bem alto e que tem o estilo do Conor McGregor (lutador irlandês de MMA, atual Campeão Peso Pena do UFC), bem habilidoso. Acordo e durmo todos os dias vendo os vídeos de lutas dele. Ele gosta de fazer palhaçada, brincadeiras em cima do octógono, tem aquela marra estilo McGregor, mas eu não faço isso e sei o modo que tenho que me comportar para me sair melhor”, destacou Trindade, que soma sete lutas no MMA, sendo cinco vitórias e duas derrotas.

Com informações da assessoria

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir