Esportes

Expulso, Neymar chama juiz de ‘fraco’ e rechaça nervosismo por processo

Na partida desta quarta-feira (17) contra a Colômbia, Neymar recebeu seu segundo amarelo na competição, deu uma bolada em Armero e uma cabeçada em Bacca, foi expulso, e mostrou-se irritadiço durante toda a partida. Após o jogo, o atacante ainda parecia nervoso e reclamou do árbitro, o chileno Enrique Osses.

“Acabo sempre me estressando com árbitros fracos. Curioso que sempre tem cartão para o Neymar. Agora é sentar e chorar”, disse.

Neymar será julgado nesta quinta-feira (18), às 11h, pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol por sua expulsão, e o Brasil pode até perder seu principal jogador por mais de duas partidas.

“O cartão que me tirou da competição foi injusto, mas eu vou falar o quê? Já aconteceu. O jogador da Colômbia hoje limpou a espuma e não tomou cartão. Tem que ver isso também. Eu confio nos meus companheiros e sei que eles farão de tudo para vencer o jogo”, concluiu o atacante.

O técnico Dunga disse acreditar que o processo na Justiça espanhola contra o jogador, tornado público nesta quarta, pode ter enervado Neymar e atrapalhado sua performance.

O jogador, no entanto, negou que estar mais nervoso que o habitual por qualquer motivo extra-campo.

“Estou nervoso por causa da partida. Sou assim todos os jogos, não gosto de perder as jogadas e acabo me estressando um pouco com os árbitros fracos. Segundo jogo que temos a sorte de ter um juiz fraco”, disse.

“Acabei me estranhando com o zagueiro. Tomei um soco, empurrão, não vi mais nada e fui expulso”, completou.

Com o resultado, o time brasileiro continuou com três pontos, a mesma marca de Colômbia e Venezuela, que ainda joga nesta quinta (18). Os venezuelanos, inclusive, são os adversários do Brasil na próxima rodada, no domingo.

 

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir