Mundo

Explosões em Maidiguri, na Nigéria, deixam ao menos 21 mortos

Pelo menos 21 pessoas morreram em atentados perpetrados ontem (20), provavelmente pelo grupo islâmico Boko Haram em Maiduguri, no Nordeste da Nigéria, disseram hoje (21) testemunhas, citadas pela Agência France Press.

Em comunicado, o porta-voz do Exército, Sani Usman, informou que “houve três explosões de dispositivos improvisados nas zonas de Gomari e Ajilari, em Maiduguri, às 07h21 [21h21 de domingo em Brasília]”. O comunicado não precisou o número de vítimas.

Testemunhas citadas pela agência, no entanto, falam de quatro explosões, incluindo uma em uma mesquita. Um grupo de pessoas que assistiam à transmissão de um jogo na televisão teria morrido nas explosões, totalizando 21 vítimas.

Sani Usman considerou que, “apesar de os pormenores não estarem claros, é importante notar que os ataques demonstram um elevado grau de desespero por parte dos terroristas do Boko Haram”.

O Exército nigeriano tem feito uma série de avanços contra o Boko Haram, após o presidente Muhammadu Buhari ter, recentemente, fixado um prazo de três meses para eliminar os extremistas.

Maiduguri, capital do estado de Borno e local de nascimento do Boko Haram, é o centro da atividade do grupo há seis anos.

O Boko Haram, que quer criar um estado islâmico no Norte da Nigéria, já matou pelo menos 15 mil pessoas e obrigou o deslocamento de mais de 2 milhões de habitantes, desde 2009.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir