Mundo

Explosões em comício na Turquia deixam dois mortos e cem feridos

Ao menos duas pessoas morreram e cem ficaram feridas nesta sexta (5) em duas explosões durante um comício do partido pró-curdo opositor HD (Partido Democrático do Povo) na cidade de Diyarbakir, sudeste da Turquia.


No domingo (7), ocorrem eleições gerais no país.
As explosões, que ainda não tiveram origem confirmada, aconteceram às 13h55 (horário local) em uma praça onde uma multidão tinha se reunido para assistir ao discurso do presidente do HD, Selahattin Demirtas.
Segundo um jornalista local, ocorreram duas explosões em um intervalo de três minutos perto de uma unidade de distribuição elétrica.
De início, havia dúvidas se o incidente havia sido causado por bombas ou pela explosão de um transformador elétrico. No entanto, o ministro turco de Energia descartou esta última opção.
Durante a campanha eleitoral, o HD foi alvo de dezenas de ataques de seus opositores. Na quinta (4), um micro-ônibus foi incendiado em Erzurum enquanto o partido realizava um comício. O motorista sofre queimaduras graves.
Em um comunicado, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, classificou o episódio desta sexta (5) como uma “provocação”. “É de extrema importância que esse tipo de provocação contra nossos cidadãos não perturbe o clima de paz e fraternidade do nosso país”, considerou.
Em campanha em Gaziantep (sul), o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, prometeu uma investigação rápida sobre o caso.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir