Sem categoria

Excesso de chamadas causa pane no sistema 193; Bombeiros disponibilizam novo número para ocorrências: 0800 720 4040

Os bombeiros trabalham intensamente no combate às queimadas em vegetação - fotos: Corpo de Bombeiros

Os bombeiros trabalham intensamente no combate às queimadas em vegetação – fotos: Corpo de Bombeiros

O excessivo número de chamadas relativas a incêndios em vegetação deixou o sistema 193, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, em pane na manhã desta quinta-feira (24). A corporação, porém, já disponibilizou outro número para que a população possa fazer as chamadas gratuitamente. Trata-se do 0800 720 4040.

Desde o dia de ontem, o Corpo de Bombeiros trabalha intensamente no combate aos casos de incêndios em vegetação nas diversas zonas da cidade, a maioria causada pela ação humana.

Conforme a assessoria da corporação, em menos de 24 horas foram 23 chamados, o que dá uma média de um incêndio a cada hora. “De 7h às 18 de ontem foram, 18 chamados. Durante a noite foram mais 5 e em alguns lugares a fumaça continua”, informou o assessor de imprensa, tenente Janderson Lopes.

Conforme ele, os homens do Corpo de Bombeiros continuam a atender chamados nesta manhã.

Nova Floresta queima mais de 20 horas

incendio-nova-floresta

Um dos casos mais preocupantes é o da rua das Pratas, bairro Nova Floresta, Zona Leste de Manaus, que já dura mais de 20 horas. Conforme o corpo de Bombeiros, o fogo na vegetação iniciou por volta de 13h30 desta quarta-feira (23), mas, até o meio-dia de hoje, a fumaça e focos de calor ainda persistiam por lá.

De acordo com o tenente Janderson Lopes, além da extensão do terreno, presença de grande quantidade de materiais inflamáveis, como pó de serragem e lixo doméstico, dificulta o trabalho.

“Moradores dizem que o local servia como depósito de entulho há mais de 10 anos e existem muitos materiais de fácil combustão, como palestes de madeira, o que torna o combate ao fogo ainda mais difícil do que se fosse só a vegetação”, explica.

Os bombeiros já utilizaram 100 mil litros de água na área e agora a situação já está sob controle, mas o calor é intenso no local e pelo menos três casas foram parcialmente atingidas pelo fogo.

Técnicos da Defesa Civil de Manaus e uma equipe da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) estiveram no local ontem a à noite, atendendo ao chamado do Corpo de Bombeiros.

Em nota a prefeitura informou que, “por causa da fumaça e do calor intenso, a Defesa Civil orientou que as famílias de cinco residências deixassem os imóveis e se abrigassem em casa de parentes durante a noite”.

 

Por equipe EM TEMPO Online

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir