País

Exame para confirmar zika passa a ser coberto por planos de saúde

 

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tornou obrigatória a cobertura de testes pelos planos de saúde na detecção de anticorpos do vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

A medida, publicada no “Diário Oficial” da União nesta segunda (6), determina a inclusão de três tipos de testes de zika no rol de procedimentos e eventos em saúde: PCR, IgM (imunoglobina M) e IgG (imunoglobina G), e entrar em vigor a partir do dia 6 de julho.

O método conhecido como PCR, que verifica o genoma do vírus, só é eficaz durante o quadro agudo da infecção -ou seja, quando a pessoa apresenta sintomas da doença.

Os outros dois testes, que foram aprovados pela agência em fevereiro deste ano, conseguem detectar a presença, por meio de métodos de imunoflorescência, de dois tipos de anticorpos, o IgG e IgM, para três doenças: dengue, chikungunya e zika. O primeiro, IgG, indica se houve uma infecção mais antiga pelo vírus. Já o IgM é produzido na fase aguda da doença.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir