Dia a dia

Ex-presidiário é morto com mais de 10 tiros na Vila da Prata

Vizinhos suspeitam que vítima foi morta por engano – Foto: Divulgação/Facebook

O ex-presidiário Paulo André de Lima Rodrigues, de 28 anos, foi executado com mais de dez tiros, na madrugada desta quarta-feira (21), em frente ao comércio de propriedade dele, na rua Januário, no bairro Vila da Prata, Zona Oeste de Manaus. Um amigo da vítima, conhecido como “Diabo Loiro”, também foi baleado durante a ação dos suspeitos.

De acordo com a Polícia, dois homens armados chegaram a pé e fizeram os disparos em direção aos amigos. Depois os suspeitos fugiram, sem ser identificados, em carro que estava estacionado em uma rua próxima ao local do crime.

Segundo os moradores da área, Paulo André estava em liberdade, a vítima cumpriu pena pelo crime de tráfico e estava tentando mudar de vida.

Local onde a vítima foi morta- Foto: Divulgação

“Ele trabalhava como entregador de pizza, mas quebrou uma perna, após sofrer um acidente no ano passado. Atualmente ele trabalhava na distribuidora de bebidas que havia montado em frente à casa dele”, contou um morador, que preferiu não ser identificado.

Ainda segundo os moradores, o alvo dos suspeitos seria o “Diabo Loiro”, que é envolvido com o tráfico de drogas na região e já teria sofrido diversas tentativas de homicídio.

“Diabo Loiro ainda foi baleado, mas conseguiu fugir. O Paulo André não conseguiu, porque estava com a perna quebrada e acabou sendo morto por engano”, disse o morador.

Os vizinhos informaram também que Paulo André era evangélico. O corpo está sendo velado na mesma igreja onde ele congregava, próximo à casa dele e ao local do crime.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Daniel Landazuri
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir