Sem categoria

Ex-parlamentares do AM ainda recebem aposentadoria do Congresso

Entre os beneficiados com a aposentadoria estão ex-parlamentares como Beth Aziz, Vivaldo Frota, José Dutra, José Lins, Leopoldo Perez. Quando já falecidos, o valor é repassado a viúva e filhos - foto: divulgação

Entre os beneficiados com a aposentadoria estão Beth Azize, Vivaldo Frota, José Dutra, José Lins e Leopoldo Perez. Quando falecidos, o valor é repassado a viúva e filhos – foto: divulgação

Ex-deputados federais, ex-senadores e até vereadores em execução de mandato no Amazonas recebem juntos mais de R$ 200 mil em aposentadoria parlamentar do Congresso Nacional.

No total, são 15 parlamentares amazonense nessa situação. Destes, 5 recebem o valor de R$ 8.778,39 mil, o que totalizam R$ 43.891,95 mil, outros 5 R$ 13.167,60 o que representa R$ 65.838 mil, e os outros 5 ex-parlamentares recebem valores que variam de R$ 14 a 26 mil. As informações foram divulgadas pela revista Congresso em Foco, na 15º edição e os dados são de janeiro de 2015.

O ex-senador Áureo Mello (PRN) falecido em janeiro deste ano, deixou para a viúva e os filhos a pensão de R$ 26.740,34 mil. Em segundo lugar com um dos salários mais gordo, está também um ex-senador, Evandro Carreira (Psol) que recebe do Senado a quantia de R$ 18.704,74 mil mensalmente.

Falecido em fevereiro de2015, o ex-deputado federal Joel Ferreira da Silva (PSD), deixou uma pensão de R$ 17.556,79 mil para a viúva. Em quarto lugar com um dos salários mais altos de aposentadoria está o ex-senador Leopoldo Peres (PMDB) que recebe R$ 16.600,93 mil em aposentadoria.

Os ex-deputados federais, José Dutra (PMDB), José Fernandes (PDT), José Lins de Albuquerque (PSD), Mário Frota (PSDB), atual vereador da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e o ex-senador Carlos Alberto De`Carli (PMDB) recebem aposentadoria de R$ 13.167,60 mil mensalmente.

Já os ex-deputados Beth Azize (PDT), Carrel Benevites (PTB), Vivaldo Frota (PSD), Raphael Faraco (PSD) e Ézio Ferreira (PFL), recebem ainda hoje pela Câmara dos deputados a quantia de R$ 8.778,39 mil em aposentadoria.

Primeira mulher

A primeira mulher eleita senadora do Brasil foi a senadora pelo Amazonas Eunice Michiles (PFL) que recebe pensão no valor de R$ 14.264,89 mil. Nas eleições presidenciais de 1989 apoiou a candidatura de Leonel Brizola em primeiro turno e entrou para o PDT, chegando à vice-liderança da bancada e à presidência do diretório estadual.

Reeleita em 1990 votou pelo impeachment de Fernando Collor em 29 de setembro de 1992, mas não se reelegeu em 1994, e desde então se afastou da política. Ela é mãe do ex-secretário municipal de Educação, Humberto Michiles.

O ex-deputado federal Joel Ferreira da Silva (PSD), não se sabe o motivo recebe uma aposentadoria maior que dos ex-senadores Leopoldo Peres (PMDB), Carlos Alberto e Eunice Michiles. O parlamentar recebe a aposentadoria no valor de R$ 17.556,79 mil. Peres tem o valor de R$ 16.459,49 mil.

De acordo com a pesquisa publicada na revista Congresso em Foco, todo reajuste dos salários de deputados e senadores é repassado para as aposentadorias. Neste ano, o aumento foi de 26,34%.

A revista verificou a folha de pagamento dos ex-deputados e senadores de todos os estados brasileiros. A pensão de maior valor ficou para o ex- senador do Espírito Santo, Gerson Camata (PMDB) em R$ 33,7 mil.

Por fim, com a morte do ex-parlamentar, a viúva ou os filhos passam a receber a pensão. Alguns nomes foram excluídos de janeiro para cá porque os beneficiários diretos faleceram este ano. Nesses casos, o benefício passa a ser pago à viúva ou dependentes.

 

Por Moara Cabral (Jornal EM TEMPO)

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir