Mundo

EUA retiram Cuba da lista de países ineficientes contra tráfico humano

cubaeua

Os Estados Unidos retiraram Cuba da lista de países que pouco fazem no combate ao tráfico humano, anunciou nesta segunda-feira (27) o Departamento de Estado norte-americano. Cuba estava há dez anos nesta lista. A decisão norte-americana surge uma semana depois da reconciliação diplomática entre os Estados Unidos e Cuba e dois meses após a remoção de Cuba da lista dos países que incentivam o terrorismo.

“O governo de Cuba não cumpre integralmente as condições mínimas para a eliminação do tráfico, mas está fazendo esforços significativos nesse sentido”, diz o relatório do Departamento de Estado.

Apesar das explicações do Departamento, o congressista republicano Chris Smith, um dos mais ativos na questão da luta ao tráfico, afirmou, em comunicado, que a alteração foi feita “apenas por razões políticas”, dizendo que Cuba nada fez para merecer esta alteração.

O relatório sobre o tráfico de seres humanos do Departamento de Estado analisa a situação em 188 países em todo o mundo, avaliando as medidas que os seus governos implementam para controlar ou eliminar este flagelo. Na lista negra do relatório estão a Venezuela, Belize, Guiné Equatorial, Rússia, Irã, Coreia do Norte, Síria, Argélia, Burundi, República Centro-Africana, Eritreia, Gâmbia, Guiné-Bissau, Kuwait, Líbia, Mauritânia, Sudão do Sul, Tailândia, êémen, Zimbábue, Bielorrússia, as Ilhas Marshall e os Camarões.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tem agora 90 dias para decidir se vai aplicar sanções aos países presentes na lista negra.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir