Economia

Etanol hidratado registra queda de 1,43% em postos da capital, diz Procon-AM

O Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM) realizou uma pesquisa, no último dia 29, de preços de combustíveis de veículos do mês de maio, e constatou que 11 estabelecimentos baixaram o preço do litro do etanol hidratado em comparação com a pesquisa realizada em 9 de abril deste ano. Ao todo foram 30 postos das Zonas Leste, Norte e Oeste que foram visitados pelos fiscais do órgão.

Nesses postos, o etanol baixou de R$ 2,79 para R$ 2,75, registrando uma queda de 1,43%. O valor mais barato entre todos os postos é o vendido no José Sarney, bairro Novo Aleixo (zona leste), a R$ 2,73, o litro.

O Auto Posto Camila no bairro Coroado (zona leste) foi o que apresentou a queda mais significativa nos preços de outros combustíveis. A gasolina comum, atualmente, custa R$ 3,49 e em abril era R$ 3,59. A aditivada estava ao preço de R$ 3,65 e hoje custa R$ 3,55.

A gasolina comum é o produto que demonstra menos variação no preço. Dos 30 pesquisados, a maioria comercializa o litro por R$ 3,59. Apenas três mostram diferença. A mais barata está no Auto Posto Camila a R$ 3,49, seguido do São Cristovão no bairro Cidade Nova (zona norte) que vende a R$ 3,58 e depois, Santa Etelvina, no bairro de mesmo nome (zona norte), que entre todos os postos pratica o valor mais alto: R$3,74.

A gasolina aditivada mais barata é vendida no Camila (R$3,55), seguido de outros 17 postos que vendem por R$ 3,59 o litro. As mais cara estão nos postos Santa Etelvina e Parintins Petróleo no bairro Aleixo (zona centro-sul). Ambos vendem o combustível por R$ 3,74.

Apenas três estabelecimentos (José Sarney, Fé Combustíveis II e Ecoposto) nas zonas leste e centro-oeste, respectivamente, comercializam o diesel comum a R$ 2,92. Na maioria, custa R$ 2,95. O diesel aditivado, também conhecido como S10, o valor mais em conta, R$ 3,03, está no Bons Amigos, bairro Coroado. Nos demais postos o preço varia entre R$ 3,04 e R$ 3,05.

Segundo a coordenadora do Procon-AM, Rosely Fernandes, as pesquisas de preços de combustíveis vão continuar em todo o mês de junho em Manaus com objetivos de acompanhar o comportamento dos valores e divulgar as opções de compras.

“Além de proteger os interesses dos consumidores, de acordo com o Código de Defesa, nós também realizamos essas pesquisas para fazer esses comparativos, incentivar a concorrência e entender o mercado local. E se for constatado algum tipo de infração, tomaremos as devidas providências”, informa.
Com informações em assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir