Saúde e Bem Estar

Estética leva mulheres a fazer cirurgia íntima

Muitas mulheres não costumam confessar que fizeram a cirurgia íntima, porém essa cirurgia vai além da beleza

Muitas mulheres não costumam confessar que fizeram a cirurgia íntima, porém essa cirurgia vai além da beleza – foto: reprodução

Em busca da autoestima e de uma boa aceitação, as mulheres estão cada vez mais preocupadas com a aparência, e por isso recorrem a cirurgias como o aumento do tamanho dos seios, os procedimentos rejuvenescedores para a face e aqueles que esculpem o corpo. Porém, a vaidade não fica somente com as áreas mais expostas da silhueta, elas também desejam o bem estar e a perfeição na área íntima e sexual.

Insatisfeitas, muitas também querem aperfeiçoar a parte genital com cirurgia plástica. O procedimento, que vem alcançando bastante popularidade, remodela as partes íntimas femininas de diferentes maneiras. Normalmente isso acontece quando há alguma insatisfação da mulher relacionada à aparência dos pequenos e grandes lábios vaginais, estruturas que têm como principal função direcionar o jato de urina e proteger a vagina.

Na maioria das vezes, as mulheres recorrem à cirurgia íntima por causa da estética e o incômodo psicológico durante a exposição ao parceiro e à relação sexual. Os motivos que normalmente levam ao procedimento são vários, entre eles, a má formação congênita; aumento exagerado nos grandes lábios; flacidez; escurecimento; alargamento vaginal ou desvio dos lábios vaginais pós-parto; aumento de gordura no monte de vênus provocando volume exagerado dos púbis que pode ocorrer também após lipoaspiração do abdômen ou após plástica de abdômen; perda de pelos na região suprapúbica, que pode ser provocado por cirurgia (exemplo cesariana) ou pela idade e a dor durante a relação sexual.

Simples, a cirurgia dura aproximadamente uma hora e normalmente é utilizada a anestesia local com sedação. “O cirurgião faz uma avaliação e reconstrói essas estruturas de acordo com cada problema detectado ou desejo da paciente, podendo utilizar, em alguns casos, uma pequena lipoaspiração ou um enxerto de gordura ou com implantes clínicos que são substâncias sintéticas usadas para a correção de marcas de expressão na face. Os pontos normalmente são absorvíveis e não precisam ser retirados depois e as cicatrizes são discretas”, comenta Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional de Cirurgia Plástica.

Apesar de simples o procedimento pode custar cerca de R$ 5.000, mas é bom lembrar que o orçamento é feito de acordo com o processo de cada paciente. E se não há como pagar à vista, buscar crédito já é algo possível e habitual, não só para adquirir casa própria, carro e demais objetos, mas também nas áreas de saúde e beleza. Depois de consultar o especialista e ter um orçamento, é necessário buscar uma empresa, como o Centro Nacional Cirurgia Plástica, que presta assessoria administrativa e financeira a quem deseja obter crédito e parcelar pagamentos em cirurgias plásticas, oftalmológicas ou tratamentos odontológicos.

Muitas mulheres não costumam confessar que fizeram a cirurgia íntima, porém essa cirurgia vai além da beleza. O procedimento devolve a autoconfiança e a autoestima, tirando o peso da vergonha e do psicológico, sendo assim fundamental para uma vida sexual saudável.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir