Mundo

Estado islâmico usa aplicativo de celular para divulgar técnicas de ataques durante a Rio 2016

Três dias depois de alguns brasileiros declararem apoio ao Estado Islâmico, um grupo extremista usou um aplicativo de celular para repassar 17 técnicas para atentados terroristas a serem usadas durante a realização das Olimpíadas Rio 2016, que inicia dia 5 de agosto, no Rio de Janeiro.

Entre os métodos propostos pelos extremistas estão o uso de drones com pequenos explosivos, atentados aos aeroportos e meios de transporte públicos, esfaqueamento, envenenamento, sequestros de reféns e veiculação de falsas ameaças. Entre os principais alvos sugeridos estão as delegações e visitantes dos Estados Unidos, Inglaterra, França e Israel.

Os jihadistas, aqueles que participam do terrorismo islâmico, ainda pedem que aqueles que atuam sozinhos em ataques, conhecidos como ‘lobos solitários’, se dirijam ao Brasil para ajudar na execução das técnicas.

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) divulgou nota oficial garantindo que “todas as ameaças relacionadas aos Jogos do Rio 2016 estão sendo minuciosamente apuradas, em particular as relacionadas ao terrorismo”.

Com informações de agências

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir