Mundo

Estado Islâmico mata oito policiais em ataque nos arredores do Cairo

Quatro atiradores cercaram uma van da polícia e metralharam o veículo antes de fugir, de acordo com o ministro do Interior do Egito - foto: divulgação

Quatro atiradores cercaram uma van da polícia e metralharam o veículo antes de fugir, de acordo com o ministro do Interior do Egito – foto: divulgaçã

Homens armados mataram oito policiais na periferia do Cairo na noite deste sábado (7). O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

Quatro atiradores cercaram uma van da polícia e metralharam o veículo antes de fugir, de acordo com o ministro do Interior do Egito. O ataque ocorreu em Helwan, ao sul do Cairo. Os guardas estavam à paisana.

O braço egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou em sua conta no Twitter o assassinato de oito policiais neste domingo em um subúrbio do Cairo.

“Uma unidade de soldados do califado atacou um micro-ônibus que transportava oito apóstatas da polícia criminal em Helwan (…) e matou todos eles”, afirma o “Estado Islâmico do Egito” em uma de suas contas do Twitter. Diz ainda ter “vingado as mulheres puras detidas nas prisões dos apóstatas”.

O movimento, que jurou lealdade ao EI em novembro de 2014, reivindicou a maioria dos atentados dos últimos três anos contra as forças de segurança no país, nos quais centenas de policiais e soldados morreram.

Os grupos jihadistas multiplicaram os ataques contra a polícia e o exército desde 2013, quando as forças armadas dirigidas por Abdel Fattah al Sisi, o atual chefe de Estado, depuseram o presidente islamita democraticamente eleito Mohamed Mursi.

O regime do presidente Sisi reprime duramente toda a oposição, tanto a islamita quanto a laica e liberal.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir