País

Estado de SP tem menor taxa de homicídios da história

O Estado de São Paulo teve a menor taxa de homicídios da história, passando a 9,52 por 100 mil habitantes, no mês de maio. Os dados fazem parte de relatório divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) na tarde desta quinta-feira (25).

Para organismos internacionais, taxas acima de 10 homicídios a cada 100 mil habitantes são consideradas epidêmicas – quando os crimes estão fora de controle.

Em maio, houve redução de 16,57% nos assassinatos no Estado. Os crimes passaram de 350 para 292 em comparação com o mesmo mês no ano passado. Na capital, os homicídios passaram de 84 para 83.

Os homicídios seguem tendência de queda nos últimos meses. Em abril, a diminuição foi de 10,1% no Estado, passando de 364 para 327. Já na capital paulista, a queda foi de 13,8%, passando de 94 para 81 casos.

Os dados divulgados pelo governo do Estado consideram a quantidade de casos registrados, e não a de vítimas. Um mesmo registro pode ter mais de uma vítima.

Os latrocínios (roubos seguidos de morte) também registraram queda no mês de maio no Estado. Foram 29 casos, contra os 33 do mesmo mês de 2014. Já na capital, esse tipo de caso aumento, de 12 para 13.

ROUBOS

Os roubos também caíram no mês de maio. No Estado, eles passaram de 28.433 em maio de 2014, para 25.293 no mesmo mês deste ano, o que corresponde a uma queda de 11%.

Na capital paulista, os roubos passaram de 14.716 em 2014 para 12.196 casos em maio de 2015 – queda de 17,12%.

Esse é o quinto mês em que as estatísticas são divulgadas na gestão de Alexandre de Moraes à frente da Secretaria da Segurança Pública. Seu antecessor, Fernando Grella, saiu do cargo após 17 meses seguidos de aumentos nos roubos.

A série de aumentos de roubo foi interrompida no início deste ano. O tipo de crime voltou a subir em março, mas caiu em abril.

No entanto, os roubos de carga na Grande São Paulo cresceram 7,5% em maio, em relação ao mesmo mês de 2014. Se contabilizado todo o Estado e só a capital houve queda, de 8,68% e 14,32%, respectivamente.

Já os roubos de veículos também caíram em maio. No Estado, o número passou de 8.691 em 2014, para 6.214 no mesmo mês deste ano, o que corresponde a uma queda de 28,5%. Na capital paulista, a queda foi de 31,6%, passando de 4.159 para 2.843.

Os dados da secretaria apontam melhora também nos índices de estupro. No Estado, a queda foi de 10%, saltando de 765 em maio de 2014, para 687 nesse ano. Já na capital, a redução foi de 16,3% – passando de 196 para 164.

ALCKMIN

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), em evento, fez uma defesa do sistema prisional de São Paulo. Segundo ele, o maior encarceramento de presos “diminui os índices de criminalidade”.

Números divulgados pelo Ministério da Justiça nesta terça (23) mostram que São Paulo tem 36% da população carcerária do Brasil.

“Retirar pessoas que cometem crime na rua… a prova esta aí. No mês de maio, tivemos uma queda de todos os índices de criminalidade no Estado”, disse o tucano.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir