Sem categoria

Essências de sabores tradicionais dão o sabor da Páscoa no Amazonas

ECO_B1_BOX1_FABRICA_MARCIO MELO

Segundo o gerente de marketing Jorge Alberto, a produção com a essência de sabores tradicionais mantém o objetivo de valorizar a cultura amazônica. foto : Marcio Melo

O s sabores amazônicos vão ser a principal aposta das fábricas amazonenses de chocolate para a Páscoa deste ano, a fim de fazer frente aos grandes concorrentes nacionais.

No caso da fábrica Bombons Finos da Amazônia, a preferência pelos sabores regionais vem encorpada com o selo de sustentabilidade que a empresa desenvolve no processo produtivo. Segundo o gerente de marketing Jorge Alberto, a produção com a essência de sabores tradicionais mantém o objetivo de valorizar a cultura amazônica.

Para garantir a qualidade dos produtos regionais, a fabricante mantém a aposta na produção da sua agroindústria, instalada no município de Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus), que, segundo Jorge Alberto, garante a higiene no processo de extração das poupas dos principais frutos usados na sua linha de produção: cupuaçu, acerola, limão, abacaxi, araçá-boi e cubiu.

“Todas as nossas frutas, nós plantamos e também compramos a produção de pelos menos 30 famílias da região (de Presidente Figueiredo), onde está a nossa agroindústria. Lá, só de cupuaçu, temos mais de 10 mil pés”, explicou o gerente de marketing da Bombons Finos.

Para reforçar essa linha de sustentabilidade, Jorge Alberto disse que a empresa reformulou o site para que os clientes possam conhecer o processo de produção e o que tem por trás desse trabalho, como a busca pela diminuição dos resíduos. “O trabalho sobre o plástico e o do papelão para a confecção de embalagens, usando tudo de forma mais sustentável”, afirmou.

De acordo com Jorge Alberto, vários produtos da linha de Páscoa da Bombons Finos já chegaram nas lojas e os ovos devem começar a chegar já nesse fim de semana. “Os recheados, que são mais trabalhados, demoram um pouco. Eles só serão produzidos mais próximo do feriado de Páscoa”, explicou o gerente.

 

Contratações

Enquanto a indústria nacional de chocolate anuncia a contratação de, aproximadamente, 55 mil trabalhadores temporários para o período de Páscoa, as fabricantes amazonenses afirmam que realizarão poucas contratações para atender a demanda de mercado do período da Páscoa deste ano.

A Bombons Finos, por exemplo, informou que buscou o melhoramento do seu processo produtivo para não ter que contratar mão de obra temporária neste ano. Ainda assim, mesmo com os impactos da recessão econômica, o gerente de marketing da empresa afirmou que ela trabalhará para crescer pelo menos 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

“Para este ano, não teremos contratações. Alteramos alguns processos e desenvolvemos novas formas de embalagens, além de novas tecnologia na produção, o que não tornou necessária a contratação de novos colaboradores. Além disso, estamos produzindo desde o mês de janeiro, o que é possível deixar o estoque”, explicou o gerente de marketing.

 

Temporários

Dados do Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado (Fenaserhtt) apontam que o volume de contratação de temporários no país para a Páscoa deste ano representa retração de 34,83% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Por Emerson Quaresma

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir