barra portal

Classificados

emprego botao
imoveis botao
Classitempo anuncie grátis

Após acidente, Anderson Silva é operado com sucesso e pede desculpas

Weidman domina Anderson, mas lesão acidental acaba com combate – foto: divulgação UFC/Josh Hedges
 
Após fracassar na tentativa de reconquistar o título mundial dos médios do UFC, Anderson Silva foi submetido a uma cirurgia para corrigir a fratura da tíbia no segundo round do combate deste sábado (28) contra o norte-americano Chris Weidman.
O procedimento foi considerado um sucesso. O prazo de recuperação deve variar entre três e seis meses.

“Após o fato ocorrido na noite deste sábado no UFC 168, o ex-campeão Anderson Silva foi levado a um hospital em Las Vegas, onde passou por uma cirurgia para reparar a perna esquerda quebrada. A operação, conduzida pelo Dr. Steven Sanders, cirurgião ortopédico do UFC, foi um sucesso. Foi inserida uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson. A fíbula quebrada foi estabilizada e não requer uma cirurgia separada. Anderson permanecerá um tempo curto no hospital, mas nenhuma operação adicional está prevista neste momento. O tempo de recuperação para essas lesões varia entre três e seis meses”, explicou nota oficial do UFC.

Anderson Silva já se manifestou através de suas redes sociais. O ex-campeão mandou um recado aos fãs e, apesar de ter sido vítima de uma fatalidade, pediu desculpas.

“Brasil, sinto muito, eu não queria ter desapontado, dei o meu melhor, eu juro”, postou o Spider, que sofreu o segundo revés consecutivo diante de Weidman. O UFC realizou sua última edição este ano neste sábado em Las Vegas.

Com grande presença brasileira no MGM Grand Garden Arena, o evento contou com 5 brasileiros e as esperadas revanches (masculina e feminina) nas disputas por cinturão.

Enfrentando o campeão Chris Weidman, Anderson Silva sentiu mais uma vez a força do adversário. Sendo dominado no primeiro round com a luta no solo, Anderson balançou e quase foi nocauteado novamente após sentir um soco no clinch.

Após muita pressão do americano e resistência do brasileiro que estava sendo castigado por socos e cotoveladas, o combate prosseguiu no segundo round e teve um final inesperado e trágico para o brasileiro.

Depois de arriscar um chute baixo, Anderson acabou fraturando a perna e gritando de dor foi obrigado a desistir da luta.

O brasileiro saiu do octógono de maca e conduzido a unidade médica instalada na Arena para análise, foi conduzido imediatamente ao hospital.

Pesquisar no site

Rádio EM TEMPO

Videorreportagem Agora

Entrevistas

Facebook

Charge do dia

charge-do-dia-19-de-abril-de-2014

publicidade

julio sumiu
Our website is protected by DMC Firewall!