Fonte: OpenWeather

    Suspensão


    Dos 6 expulsos, STJD pune só Luan por briga em Palmeiras x Flamengo

    O atacante Dudu e o goleiro Jailson, que também levaram cartão vermelho pelo time alviverde, ficarão de fora do clássico contra o Santos

    Expulsos pelo lado do Flamengo, Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado cumprem suspensão contra o São Paulo
    Expulsos pelo lado do Flamengo, Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado cumprem suspensão contra o São Paulo | Foto: Michael Melo/Metropoles


    Rio - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, puniu nesta quinta-feira o zagueiro Luan, do Palmeiras, com dois jogos de suspensão. Ele foi o único dos seis jogadores expulsos no duelo contra o Flamengo, realizado no estádio Allianz Parque, em São Paulo, que pegou um gancho além da suspensão automática.

    O atacante Dudu e o goleiro Jailson, que também levaram cartão vermelho pelo time alviverde, ficarão de fora do clássico contra o Santos na próxima quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

    Eles estarão liberados para voltar a campo no jogo contra o Atlético Mineiro, no próximo dia 22, no estádio Allianz Parque. Luan só poderá voltar no dia 25 contra o Fluminense, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

    Expulsos pelo lado do Flamengo, Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado cumprem suspensão contra o São Paulo nesta quarta-feira e estão liberados para o clássico contra o Botafogo, no sábado seguinte, dia 21, no estádio do Maracanã.

    Palmeiras e Flamengo empataram por 1 a 1 pela 12.ª rodada, no estádio Allianz Parque, no dia 13 de junho, no último duelo das equipes antes da pausa para a Copa do Mundo da Rússia. A confusão entre os jogadores aconteceu nos minutos finais. E começou após Cuéllar derrubar Dudu na lateral do campo. O atacante levantou irritado e foi tirar satisfações com o flamenguista.

    Comissão técnica e reservas dos dois times entraram em campo e começou o empurra-empurra. Luan, que estava no banco de reservas, foi julgado pelos mesmos artigos que os demais atletas que receberam cartão vermelho: 257, por participar de tumulto, e 254-A, por agressão. Também foi julgado pelo 258-B (invasão de campo).

    Ele conseguiu a absolvição do 257 e do 258-B. No entanto, teve a acusação do 254-A desclassificada para o 250 (ato desleal ou hostil) e recebeu dois jogos de gancho.

    Leia mais

    São Paulo vence jogo-treino contra o São Bento no Morumbi

    Com problemas na defesa, Corinthians empata por 2 a 2 com o Cruzeiro


    Volante Andrey confia em virada do Vasco sobre o Bahia