Cultura

Espetáculo no Teatro Amazonas apresenta três fases da carreira de David Bowie

Um dos músicos de rock mais influente das últimas décadas, David Bowie, será homenageado com o espetáculo “Oca Star”, no Teatro Amazonas. O show que começa nesta terça-feira (23) e segue até a quinta-feira (25), às 20h, apresentará as diversas fases do “camaleão do rock”, desde os anos 1970 até a sua despedida, com seu último trabalho, intitulado “Blackstar”. Os ingressos variam entre R$5 a R$ 50, e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro Amazonas e no site da Bestseat.

O maestro Marcelo de Jesus adiantou que os fãs irão ouvir os clássicos do astro de uma forma diferente. “A diferença é o que marca. Os fãs vão se surpreender ouvindo clássicos de uma forma inovadora. O público irá se sentir muito acolhido pelas escolhas das músicas e como elas vão ser feitas”, disse. A apresentação faz parte da “Série Encontro das Águas”, que também integram a programação especial em comemoração ao aniversário de 120 anos do Teatro Amazonas.

Ícone

O jornalista e músico Leandro Santos se diz ansioso para o espetáculo. “O Bowie é uma grande influência para música mundial. Acho muito importante e interessante essa homenagem no Teatro Amazonas, espaço aberto as várias manifestações artísticas”, comentou.

Idealizador do tributo, Marcelo de Jesus relembrou a carreira de David Bowie que começou no rock quase punk e depois foi para uma fase experimental. Em Berlim, passou para um rock alternativo, e após isso, começou a abraçar outras artes.

“Nos Estados Unidos, ele começou a fazer o rock dance, que se transformou no pop. Depois ele foi para jazz. Por fim ele estava completamente particular, no nível onde já não tinha como rotular. Tanto que o último álbum para mim é uma obra prima, onde ele faz uma despedida artística, falando sobre sua morte como se estivesse morto, em outra dimensão, ele cantando ele mesmo”, observa o maestro.

Espetáculo

O espetáculo contará com a participação da Orquestra de Câmara do Amazonas, com regência do maestro Marcelo de Jesus e participações especiais. A banda cover Blackstar, criada especialmente para esse espetáculo, contará com a participação de dois guitarristas, um baixista, violino elétrico e um teclado.

“Serão três vocalistas que se alternam durante o espetáculo. Terá um grande diálogo entre banda e orquestra, assim como várias surpresas dentro do espetáculo, e performances ao vivo”, contou. “OCA Star” terá, ainda, a interferência artística dos bailarinos Adriana Góes, Jorge Bandeira e Branco Silva, no palco e entre o público.

Para entrar no clima do espetáculo, Marcelo de Jesus preparou uma playlist com o melhor de David Bowie, no Spotify, plataforma digital de acesso a músicas. A seleção de músicas pode ser conferida na fanpage da Secretaria de Cultura no Facebook.

Por Esterffany Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir