Cultura

Escolas fazem últimos retoques para os desfiles do Carnaval de Manaus

Dinheiro arrecadado no aluguel da quadra da escola, ao longo de 2015, auxiliou na confecção dos carros e demais itens da Aparecida – foto: Diego Jantã

Dinheiro arrecadado no aluguel da quadra da escola, ao longo de 2015, auxiliou na confecção dos carros e demais itens da Aparecida – foto: Diego Jantã

Faltando menos de três dias para o desfile oficial das escolas de samba do grupo especial de Manaus, as agremiações correm contra o tempo para ajustar os últimos detalhes e finalizar os acabamentos que irão enriquecer a avenida do samba no próximo sábado (6), a partir das 20h, no sambódromo, na Zona Oeste.

Mesmo com diminuição do repasse para as agremiações que chega a 50%, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) notificou na última quarta-feira (27) a Secretaria Estadual de Cultura (Sec), para que repasse os 50% a que as escolas têm direito. O prazo para que o repasse seja concretizado expira nesta quarta-feira (3).

Paralelo às questões financeiras e esquentando os tamborins as duas maiores potências do carnaval local, Reino Unido da Liberdade e Mocidade Independente de Aparecida se concentram nos detalhes e acabamento de seus carros alegóricos.

É o que afirma o presidente de Aparecida, Luiz Pacheco. Segundo ele, a escola adotou mecanismos financeiros para suprir a diminuição do repasse dos governos como, por exemplo, alugar a própria quadra para a realização de eventos. Todo o dinheiro arrecadado com os aluguéis foi disponibilizado para os gastos diários.

Ainda segundo ele, nesses 35 anos e mais de 21 títulos, a ajuda repassada pelo poder público nunca representou 100% do Carnaval, deixando o espetáculo obsoleto. A Aparecida supre suas necessidades com 80% do aporte financeiro arrecadado pela própria agremiação e os outros 20% são oriundos de patrocínio e apoiadores. Este ano a agremiação entra na avenida com 3.800 componentes e dois carros alegóricos acoplados, como estipula o regulamento da Super Liga das Escolas de Samba de Manaus.

Superação
Para o presidente da Reino Unido, Jairo Beira Mar, nesses 34 anos de existência e nove títulos conquistados no Carnaval de Manaus, a agremiação está com 80% já em fase de finalização e acabamento dos carros.

“Estamos na luta para vencer a questão financeira, a diminuição do repasse nos atingiu diretamente, então nossa comissão carnavalesca se reuniu para se adequar à realidade financeira e substituir alguns materiais com a mesma qualidade, para não prejudicar o nosso desfile”, destacou. Esse ano, a escola do Morro da Liberdade, vai desfilar com 4.500 componentes, dois carros alegóricos e um tripé.

Por Mairkon Castro

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir