Tecnologia

Escola utiliza tecnologia em benefício da educação de crianças

Alunos entre 6 e 16 anos tornam conceitos complexos em algo simples para o cotidiano – Fotos: Michael Dantas

Crianças e adolescentes estão cada vez mais vivendo em um mundo virtual, onde a tecnologia faz parte do cotidiano dentro e fora da sala de aula. Um dos objetivos da Manaós Tech for Kids é permitir que o estudante aprenda a criar tecnologia na escola de robótica e programação.

O local atende 120 alunos de uma faixa etária entre 6 e 16 anos. A unidade de ensino funciona no Hub de Inovação e Tecnologia da Universidade Estadual do Amazonas (UEA), na avenida Darcy Vargas, bairro Chapada, Zona Centro-Sul.

Conforme Glauco Aguiar, um dos fundadores da Manaós Tech for Kids, a aplicação de tecnologias em benefício a educação pode ser considerada um importante caminho para aumentar o dinamismo das aulas. “Queremos que as crianças passem a se expressar e que possam criar e não só consumir tecnologia. As turmas são reduzidas para melhor qualidade das aulas, cada um com sua própria máquina. Um professor e um auxiliar acompanham e direcionam todo o aprendizado”, explicou Glauco Aguiar.

Para estimular um espírito de empreendimento nos jovens. A metodologia usada na escola integra novas formas de ensinar e aprender, assim o aluno cria uma cultura de incentivo e planejamento para o currículo. “O nosso objetivo é formar profissionais capacitados em todas as áreas de atuação. Independentemente do que eles escolherem para vida profissional, eles sairão daqui com um diferencial e irão se destacar no mercado de trabalho”, explicou o professor Sebastião Gabriel.

Na escola de tecnologia existe um estímulo de empreendimento aos jovens

A escola utiliza a metodologia “flipped classroom”, ou seja, uma espécie de sala de aula invertida. “Ao invés do dever de casa, nós oferecemos o conteúdo ao aluno, geralmente vídeos que têm a ver com a próxima aula, para que ele já chegue cheio de ideias e dúvidas. O papel do professor é direcionar, ele não é mais o detentor do conhecimento, ele ajuda o aluno a encontrar o caminho certo para solucionar as suas dúvidas e pôr em prática suas ideias”, disse o idealizador da Manaós Tech for Kids Glauco Aguiar.

Crianças aprendem robótica

Na Manaus Tech for Kids os alunos se mostram bastante motivados com as novas aprendizagens. “Eu sempre gostei bastante de robótica e de programação, minha mãe viu uma divulgação do curso e me apresentou, logo de cara e eu me interessei bastante e pedi para ela me matricular”, contou o aluno Guilherme Dias, de 12 anos.

“Já aprendi a fazer aplicativos de voz e estou bastante ansiosa para as aulas práticas de criação e programação de robôs, todo esse aprendizado está sendo ótimo, sei que será útil no meu futuro”, disse Sarah Kramer, 10.

Nas práticas de robótica, os alunos usam o Mindstorms, um robô educacional da Lego. Segundo Glauco, esse é um dos diferenciais da escola. “Existem outros robôs educacionais, mas o da Lego permite usar melhor a criatividade. A criança não fica limitada a programar um software, ela tem que criar o robô. É um processo mais complexo porque o aluno precisa criar todos os mecanismos”, comenta.

A escola também transmite valores de trabalho em grupo do maior torneio de robótica do mundo, feito para crianças.

Uma parede com os principais ícones de tecnologia e robótica inspira os alunos. Estão nesse hall Leonardo Da Vinci (Autômato), Nikola Tesla (Robô), Isaac Asimov (Eu robô), Steve Wozniak (Apple), Alan Turing (pai da computação), George Devol (robô industrial), Tim Berners-Lee (world wide web), Linus Torvalds (Linux), Steve Jobs (Apple) e Bill Gates (Microsoft).

“Na continuação dessa linha do tempo, há um espaço para o programador do mês e um espelho para que desperte no aluno o desejo de fazer parte dessa história”, comenta Glauco.

Os interessados em fazer as inscrições, podem acessar o site www.manaostech.com ou ir até Hub de Inovação e Tecnologia da UEA. Uma nova turma está disponível nas quartas-feiras, nos turnos matutino e vespertino, a mensalidade custa R$ 199, com material didático incluso.

Daniel Landazuri
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top