Dia a dia

Escola na Zona Sul é alvo de vandalismo há três semanas

Após o furto da fiação elétrica, escola Professora Ondina de Paula Ribeiro, teve alimentos destinados à merenda escolar roubados - foto: Ione Moreno

Após o furto da fiação elétrica, escola Professora Ondina de Paula Ribeiro, teve alimentos destinados à merenda escolar roubados – foto: Ione Moreno

Alvo de vandalismo e assaltos constantes desde o ano de 2015, a escola estadual Professora Ondina de Paula Ribeiro, localizada no bairro Japiim, Zona Sul, foi novamente depredada e assaltada no último fim de semana. De acordo com pais de alunos e professores da escola, foram roubados 35 quilos de carne e diversas poupas de frutas, que seriam utilizadas para a merenda dos estudantes.

Conforme a mãe de um aluno, que preferiu não se identificar, há três semanas seguidas a escola vem sendo alvo de assaltos. Nos dois últimos fins de semana, a fiação dos condicionadores de ar, das salas de aula, foi levada, além de outros objetos de uso dos professores. “A gente fica com medo de trazer os nossos filhos para a escola e fica imaginado que a qualquer momento bandidos armados podem invadir e fazer arrastão. Não tem um segurança na portaria, somente câmeras de vigilância, que não passa nenhuma segurança para gente”, declarou.

Segundo ela, as salas de aula que tiveram a fiação roubada, ainda não receberam a devida manutenção e os alunos estão sem ventilação. Para tentar resolver o problema temporariamente, os alunos estão recebendo aula em espaços improvisados e algumas vezes acabam sendo liberados pela direção da escola. “A direção da escola tenta ajudar de todas as formas para não prejudicar o ensino dos alunos, mas está difícil, porque desde o ano passado esses assaltos acontecem, Boletins de Ocorrência são feitos e ninguém dá uma resposta para a gente”, reclamou.

Professor de educação física há nove anos, Carlos Simões, 49, contou que mora próximo à escola e todos os fins de semana que sai de casa, percebe que tem alunos no pátio da instituição. Assim como outros professores e pais de alunos, ele questiona a falta de segurança na escola. “Todo fim de semana um grupo de jovens pula o muro da escola e invade para fazer sabe lá o que. As câmeras de vigilância estão aí, mas não inibem a ação dos vândalos. Toda vez que acontece um caso de depredação nas escolas, a educação fica comprometida, porque é um dia perdido de aula, que não se recupera”, comentou.

Providências

Em nota a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que logo que tomou conhecimento do ocorrido, acionou uma empresa especializada que já está trabalhando na escola no sentido de reparar os danos e repor o material furtado. A direção da unidade de ensino registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Petrópolis, Zona Sul, e também repassou ao referido DIP as imagens do circuito interno de segurança da escola para auxiliar na elucidação dos casos.

Obra parada

Pais de alunos da escola estadual Benício Leão, também situada no bairro Japiim, reclamam que desde 2013, as obras da quadra esportiva estão paradas e sem data para ser entregue. De acordo com a denúncia, a quadra estava pronta e sem nenhum defeito, mas foi interditada para a construção de uma cobertura, que nunca foi entregue. “O local onde antes tinha a quadra, ficou apenas um buraco cheio de sujeira. Também foram colocados tapumes ao redor da mesma, deixando um espaço mínimo para os alunos entrarem na escola”, disse a mãe de um aluno que não quis revelar o nome.

Segundo ela, todas as vezes que os pais questionam a direção da escola são informados que a Seduc diz que o término da obra está em processo de licitação. “Essa licitação nunca acontece e quem sofre com isso são as nossas crianças, que acabam tendo aula de educação física em local improvisado e as vezes dentro da própria sala de aula”, reclamou.

A Seduc informou, também por meio de nota, que já está em tramitação o processo licitatório para a contratação de empresa especializada para a execução da obra.

 

Por Michele Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir