País

Escola de SP ameaça corte no ‘Bolsa Família’ de aluno que não for a desfile

Um bilhete entregue numa escola municipal de Salto de Pirapora, no interior de São Paulo, ameaça os alunos que não comparecerem ao desfile em comemoração ao aniversário da cidade, na próxima quarta (24), com o corte do Bolsa Família.

A mensagem, entregue na semana passada, diz que o aluno receberá falta caso não compareça ao evento e que as crianças correm o risco de perder o benefício federal devido à ausência neste dia.

“É uma medida de ameaça e repressão. Desfila quem quer e não porque é obrigado”, disse André Reinaldo Humberte, 32, pai de dois alunos da escola.

O desfile, segundo ele, está marcado para as 7h de quarta-feira. No aniversário da cidade será feriado no município, de cerca de 43,1 mil habitantes.

O caso repercutiu nas redes sociais e causou polêmica.

A estudante Ignêz Follador afirmou que o enteado que estuda em outra escola municipal recebeu um bilhete semelhante, mas que não fazia ameaça de corte do Bolsa Família. “Todo ano eles fazem isso [dão falta] para quem não vai”, disse ela.

A diretora Princia Massako Hataba, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Silvia Haddad, foi procurada durante a manhã e a tarde desta segunda (22) para falar sobre o assunto, mas os funcionários da escola afirmaram que ela estava em reunião.

A secretaria da Educação de Salto de Pirapora informou, em nota, que as unidades escolares têm autonomia, que não tinha conhecimento do ocorrido e que analisa a veracidade dos fatos para responsabilizar o autor do bilhete.

Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome informou que vai entrar em contato com o Ministério da Educação para que este oriente os responsáveis pelas regras de concessão do Bolsa Família.

O ministério informou ainda que a ausência escolar em um único dia letivo não leva à perda do benefício e que o Bolsa Família pede presença em pelo menos 85% das aulas para alunos de 6 a 15 anos. Para os estudantes de 16 e 17 anos, a presença requerida é de 75%.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir