Sem categoria

Erro ajuda Brasil, que empata na estreia em 0 a 0

Uma mãozinha do árbitro auxiliar chileno Carlos Astroza evitou a derrota da seleção brasileira em sua estreia na Copa América Centenário, neste sábado (4). Brasil e Equador ficaram no 0 a 0 pelo Grupo B, que tem o Peru na liderança depois de bater o Haiti por 1 a 0. Houve vaias de torcedores ao final da partida.

O erro de Astroza, que marcou equivocadamente uma saída de bola pela linha de fundo, ajudou também o goleiro brasileiro Alisson a se livrar de uma falha bisonha no lance, para entrar na história bem na baliza onde o Brasil conquistou nos pênaltis a Copa de 1994 no Rose Bowl, em Pasadena, região metropolitana de Los Angeles.

Aos 21min do segundo tempo, Bolaños recebeu a bola em velocidade na esquerda, e a alcançou. No cruzamento, Alisson tentou agarrar a bola, ela bateu em seu corpo e entrou. Por sorte, Astroza havia marcado a saída. O lance era difícil, mas as imagens mostraram o erro.

Sem Neymar, que em acordo com o Barcelona só jogará a Rio-2016, em agosto, Dunga manteve o time no 4-1-4-1 , com Casemiro como único volante à frente dos zagueiros, uma linha de quatro com Willian, Elias, Renato Augusto e Philippe Coutinho e somente Jonas na frente.

Miranda ficou fora, com dor na coxa, e Marquinhos entrou no seu lugar. Sem o capitão, Dunga deu a tarja a Daniel Alves, que pela primeira vez teve a função.

O time tocou a bola com qualidade em alguns momentos, criou chances, com Coutinho, mas ao mesmo tempo ficou exposto no contra-ataque -os equatorianos tiveram ao menos quatro chances de chegar sozinhos na frente de Alisson.

Mesmo com mudanças, e Gabriel e os Lucas Moura e Lima em campo, o Brasil não marcou. O time volta a campo na quarta (8), contra o Haiti, em Orlando.

NEYMAR E BIEBER

Neymar foi ao estádio assistir à estreia em um camarote. Ele estava ao lado do ator Jamie Foxx e do cantor Justin Bieber.

O jogador está na região de Los Angeles porque grava cenas em filme de outro ator, Vin Diesel. Na sexta (3) à noite, Neymar visitou o hotel da concentração da seleção.

BRASIL

Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Gil e Filipe Luís; Casemiro ; Elias (Lucas Lima), Renato Augusto, Willian (Lucas Moura) e Philippe Coutinho; Jonas (Gabriel)
T.: Dunga

EQUADOR

Dreer; W. Ayoví, Achiller, Mina e Paredes; Gruezo, Noboa, Montero (Martínez) e Bolaños (Gaibor); Antonio Valencia e Enner Valencia (J. Ayoví)
T.: Gustavo Quinteros

Estádio: Rose Bowl, em Pasadena (EUA)
Árbitro: Julio Bascuñan (Chile)
Cartões amarelos: Casemiro e Elias (Brasil); Paredes (Equador)
Público: 53.158 pagantes

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir