Cultura

Eriberto Leão estrela musical no Teatro Amazonas

Elenco de espetáculo ‘Jim’ é composto por Eriberto Leão e Renata Guida – foto: divulgação

Elenco de espetáculo ‘Jim’ é composto por Eriberto Leão e Renata Guida – foto: divulgação

O ator Eriberto Leão está em Manaus para apresentar o espetáculo Jim, nesta sexta-feira (11), amanhã e domingo, no Teatro Amazonas. Baseado no legado deixado pelo vocalista do The Doors, Jim Morrison, a peça conta com o texto de Walter Daguerre, direção de Paulo de Moraes e a atriz Renata Guida, acompanhados de três músicos tocando ao vivo.

A peça tem patrocínio da Vivo e após a sessão do dia 12, haverá um bate-papo da série ‘Encontros Vivo EnCena’, com a participação do ator Eriberto Leão.

“São dois planos paralelos. Um é o cara num acerto de contas com o ídolo, e o outro é o Morrison encarnado nesse cara. O cara quer se matar, acha que é isso que o Jim também fez, mas antes disso ele precisa falar muito, se entender”, destaca o diretor Paulo de Moraes.
O espetáculo possui 11 canções clássicas do The Doors como ‘Light my fire’, ‘The End’, ‘Rides onthestorm’, cantadas ao vivo por Eriberto.

Eriberto Leão, grande fã de Jim Morrison e do The Doors, tem esse projeto desde que conheceu a banda em 1991 e, através deles descobriu sua vocação como ator. As sessões de hoje e sábado acontece às 20h e no domingo às 19h.

Após 2 anos em cartaz no Rio e uma bem sucedida trajetória nos palcos, o espetáculo idealizado por Eriberto Leão e Eduardo Barata e patrocinado pela Vivo, recebeu o Prêmio APTR 2014 nas categorias ‘Melhor iluminação’ e ‘Melhor Música’, além de diversas indicações aos prêmios Shell e Cesgranrio.

Integrante do projeto cultural Vivo EnCena, iniciativa da Vivo para as Artes Cênicas, a parceria permite uma série de ações, como circulação de espetáculo, workshops e debates que promovem maior acessibilidade, reflexão e intercâmbio para todos. O espetáculo é apresentado pela Vivo EnCena, com patrocínio da Vivo por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir