Dia a dia

Equipes da prefeitura atuam em mutirões para evitar prejuízos com as chuvas

Em 2016, cerca de 114 mil toneladas de resíduos foram retiradas pelos mutirões de limpeza dos bairros de Manaus – Alexandre Fonseca/Seminf

Equipes de limpeza e de infraestrutura estão atuando, nesta quarta-feira (11), em todas as zonas da cidade executando serviços para melhorar o dia a dia da população. Nas zonas Norte e Leste, os serviços de drenagem visam evitar prejuízos às comunidades neste período de chuvas, melhorando o escoamento da água. Nestas e em outras zonas da cidade mutirões de limpeza garantem a retirada de lixos e dejetos pesados que também provocariam transtornos se levados pelas águas das chuvas.

Na rua Uirapuru, bairro Cidade de Deus, Zona Norte, duas redes de drenagem com mais de 20 metros de extensão e tubulações de 1,20 m de largura estão sendo construídas para triplicar a capacidade de escoamento das águas da chuva. Outros 20 metros de contenção com rip-rap estão sendo finalizados no leito do igarapé, além da instalação de duas caixas coletoras.

“Essa drenagem se rompeu, pois pedaços de madeira ficaram presos na tubulação. E com o grande volume de água, a rede estourou. Então, estamos refazendo a rede completa com obras de drenagem profunda”, explica o subsecretário de Serviços Básicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Antônio Peixoto.

Há mais de dez anos morando na Rua Uirapuru, Raquel Mascarenhas comenta que em dias de chuva a via recebe um fluxo de água muito grande. “Se ficar bom mesmo, eu nem pretendo mais vender minha casa. Eu vou melhorá-la e continuar morando aqui”, planejou.

Além deste, há serviços de drenagem em andamento nos bairros Braga Mendes (Beco Circular), Cidadão X (Rua 10) e Jorge Teixeira III (Rua Nova Jerusalém).

Paralelo aos trabalhos de infraestrutura, mutirões de limpeza ocorreram, hoje, por toda a cidade, movimentando cerca de 300 trabalhadores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp). Eles se dividiram pelas zonas Norte, Sul, Oeste e Leste da cidade.

O serviço conta com varrição, capinação, limpeza de igarapés e córregos e a disposição de caçambas para a remoção mecanizada do lixo pesado que a população descarta.

O serviço conta com limpeza de igarapés e córregos – Alexandre Fonseca/Seminf

No bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul, o Residencial Mestre Chico I, Largo do Mestre Chico, Praça do Bittencourt, Residencial Manaus II e Residencial Manaus I recebem cinco equipes de trabalhadores, reunindo cerca de 180 agentes de limpeza.

Outros 110 trabalhadores levam o serviço ao bairro do Puraquequara, na Zona Leste; à avenida Max Teixeira, na Cidade Nova, Zona Norte; e ao Cemitério Nossa Senhora Aparecida, localizado na Estrada do Turismo, Bairro Tarumã, Zona Oeste.

O secretário municipal de Limpeza Urbana, Paulo Farias, lembrou que a limpeza nos bairros é uma das prioridades do prefeito Arthur Virgílio Neto e será ainda mais intensificada este ano. “A limpeza nos bairros tem esse diferencial. Leva uma gama de serviços de uma só vez aos conjuntos e comunidades. Dá à população a oportunidade para que descarte materiais que o carro coletor de lixo não pode levar”, explicou.

No ano passado, cerca de 114 mil toneladas de resíduos foram retiradas pelos mutirões de limpeza dos bairros de Manaus, com média diária de 435,6 toneladas de lixo por dia.

Zona rural

Além da zona urbana, mutirões de limpeza também foram levados para comunidades rurais, localizadas no entorno de Manaus. Nesta quarta-feira, a comunidade São Sebastião, situada no Tarumã-Açú, Zona Oeste, está com trabalhadores realizando serviços de capinação, coleta de lixo, jardinagem e remoção mecanizada de resíduos pesados retirados dos domicílios.

Desde o primeiro dia útil desse ano, o mutirão já percorreu as comunidades Agrovila Amazonino Mendes (baixo Rio Negro), Livramento (situada à margem direita do Igarapé do Tarumanzinho), Nossa Senhora de Fátima (Tarumã Mirim) e Bela Vista do Jaraqui (Parque Estadual de Anavilhanas), mobilizando cerca de 20 trabalhadores para cada uma dessas localidades.

Nos próximos dias, agentes de limpeza da prefeitura vão percorrer outras sete comunidades rurais. “Há ações de limpeza o ano inteiro nessas áreas, que contam, ainda, com o apoio dos garis comunitários, que são fixos nas comunidades e responsáveis pela manutenção da limpeza diária, após a passagem dos mutirões”, explicou Laurimar Costa, um dos coordenadores da operação na zona rural.

Com informações da assessoria

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top
error: Content is protected !!