Economia

Equipe econômica prepara novas medidas de ajuste fiscal

Meirelles disse ainda que os cortes não devem atingir os programas sociais – foto: divulgação

A equipe econômica deve anunciar nos próximos dias medidas de ajuste fiscal. A informação é do Blog do jornalista Lauro Jardim.

As novas medidas têm como finalidade cumprir a meta estabelecida pelo governo federal de cobrir um rombo de  R$ 139 bilhões  nas contas públicas e despesas devem ser cortadas.

A equipe econômica defende o adiamento de reajuste de diversas categorias de servidores previstos para janeiro de 2018, dentre eles: auditores da Receita Federal e do Trabalho, peritos médico previdenciário, diplomatas, oficial de chancelaria, entre outras. A ideia é que o reajuste só seja dado no segundo semestre do ano que vem. A economia prevista é de R$ 11 bilhões por ano.

Leia também: Governo Temer quer exonerar 5 mil servidores

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles havia afirmado na sexta-feira (21) que a elevação do PIS/Cofins anunciada pelo governo na quinta-feira (20), seria suficiente  e que além da alta do tributo, o governo anunciaria um corte adicional de gastos.

“Não é só aumentar impostos. Os gastos públicos estavam muito comprimidos e se cortou ainda mais.” Ao ser questionado se haverá novos aumentos de impostos, respondeu: “No momento, é suficiente”.

Queda na produção e no emprego

A produção e o emprego na indústria brasileira voltaram a cair em junho, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador de evolução da produção ficou em 47,7 pontos e o de número de empregados no setor foi 47,6 pontos no mês passado. Os dados da Sondagem Industrial foram divulgados hoje (26) pela entidade. Os indicadores da pesquisa variam de zero a 100 pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos revelam queda, e acima de 50, crescimento.

EM TEMPO, com informações da Agência Brasil

Leia mais: 

Temer diz na Argentina que a população entenderá aumento do PIS/Cofins

Meirelles confirma que governo estuda usar FGTS no lugar do seguro-desemprego

Meirelles diz que país voltará a gerar emprego no segundo semestre

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir