Esportes

Entre Rio-2016 e Copa América, Dunga diz que prefere Neymar nos jogos

O técnico Dunga disse nesta terça-feira (8), em entrevista ao canal Esporte Interativo, que prefere ver Neymar em ação na Olimpíada do Rio, em agosto, do que na Copa América Centenária, nos EUA, em junho.

“É difícil, mas pela questão de ser a medalha que o Brasil não tem, de estar jogando em casa, seria a Olimpíada [a preferência]. Ele vem de uma temporada desgastante, tem o tempo pra recuperar o lado físico e mental. Mas o ideal é ter ele nas duas, né?”, afirmou após a partida entre Real Madrid e Roma, pela Liga dos Campeões, que acompanhou.

Pelo regulamento da competição olímpica, as seleções só podem chamar três atletas com mais de 23 anos para o torneio. E é preciso que os clubes dos escolhidos os liberem, ao contrário do que acontece em datas Fifa ou na Copa do Mundo, por exemplo, quando essa liberação é obrigatória.

O Barcelona já deu a entender que o atacante não poderá atuar nas duas competições, mas o técnico preferiu deixar a negociação aberta.

“O Neymar, sem dúvidas, é um nome. Contamos com ele. Ele também já manifestou o desejo dele. Então vamos conversar, seleção, Neymar e Barcelona, e ver o que é melhor para os três.”

Dunga está na Europa com o objetivo de negociar a liberação de atletas para os Jogos.

COPA AMÉRICA

A Copa América do Centenário vai comemorar os 100 anos da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e será disputada nos Estados Unidos. Por estar no calendário da Fifa, os clubes são obrigados a liberar os atletas para o torneio, mas pode haver negociação.

Por exemplo: o Barcelona já acertou com a AFA (Associação de Futebol da Argentina) que o atacante Lionel Messi, melhor do mundo em 2015, jogará a Copa América, mas não vem ao Brasil para a Olimpíada.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir