Dia a dia

Entidades convocam reunião e exigem promoções de PMs

O encontro tem o objetivo de pressionar o executivo estadual para a promoção da categoria – Arquivo/AET

Após o vencimento do prazo estabelecido pelo governador interino do Amazonas, David Almeida, para a sansão das promoções de policiais militares em todo o Estado, entidades da corporação convocaram, na noite desta segunda-feira (3), uma reunião para o próximo sábado (8), às 9h30, na sede da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Oficiais de Administração da Polícia e Bombeiros Militar do Amazonas (ASSOAPBM-AM), no conjunto Beija-Flor, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. O encontro tem o objetivo de pressionar o executivo estadual para a promoção da categoria.

A convocação surgiu após lideranças do executivo estadual se reunirem com secretários, procuradores e conselheiros, na manhã de hoje, na sede da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), onde discutiram sobre a promoção de cerca de dois mil PMs. De acordo com o presidente da ASSOAPBM-AM, sargento Pereirinha, nenhum representante das entidades da PM-AM recebeu convite para participar do encontro e o prazo para as promoções era de 15 dias a contar após o dia 05 de junho, segundo informou Pereirinha.

“Convocamos a reunião para informar a toda a categoria que vamos entrar como uma ‘Operação Padrão’ para trazer o essencial para a classe trabalhadora. Hoje o policiais no Amazonas pagam para trabalhar. O estado não está oferecendo condições dignas para esses trabalhadores. Os PMs não possuem fardamento e o vale refeição hoje é de R$ 5, o que significa que não dá pra comprar nenhum prato de comida”, destacou.

Ao assumir o governo do AM,
David Almeida prometeu promoção aos policiais – Arthur Castro

Leia também: TJAM concede mandado de segurança favorável à promoção de Policiais Militares do Amazonas

A reportagem tentou contato com o delegado federal Sérgio Fontes, titular da Secretária de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e com o governador do Estado, David Almeida, para saber o que foi discutido em reunião, mas não houve respostas. No entanto, circulam nas redes sociais que a autorização das promoções será divulgada nesta terça-feira (4), no Diário Oficial do Estado (DOE). Por telefone, o titular da Secretaria de Comunicação (Secom), jornalista Cláudio Barbosa, confirmou o encontro, mas não revelou detalhes. Ele não negou e nem confirmou a possível divulgação da decisão amanhã.

“A reunião, que já estava marcada, aconteceu hoje. Mas não sei ainda o que foi decidido. Só saberemos, de fato, se houver a publicação no DOE, como estão informando”, disse o jornalista. Entre as reivindicações da categoria estão: efetivação das promoções, reposição das perdas salariasdata-base, auxílio fardamento, armamento, reajuste do auxílio alimentação e moradia.

Entenda o caso

No dia 20 de junho, o Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) decidiu, por unanimidade, seguir o voto do relator, desembargador Lafayette Carneiro Vieira Júnior, que manteve inalterado o acórdão do mandado de segurança nº 4001983-56.2015.8.04.0000, obtido pela Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam).

No processo originário, a Apeam pediu o cumprimento da Lei Estadual nº 4044/2014, que dispõe sobre a reestruturação da Carreira de Praças Militares do Estado do Amazonas, afirmando que os policiais cumpriram os requisitos necessários à ascensão funcional.

O Governo do Estado divulgou no dia 22 de junho que iria cumprir a decisão da corte e autorizaria a promoção especial e por antiguidade de 2.284 PMs. No entanto, até o momento, segundo os representantes da classe, não houve a publicação do acordo.

Isac Sharlon
EM TEMPO

Leia mais: 

Governo do Amazonas dá sinal verde para promoção de 2.284 policiais militares

Justiça do Amazonas concede promoção para mais de dois mil policiais militares

Incertezas tomam conta de Policiais Civis e Militares após a cassação de José Melo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir