Dia a dia

Enquanto casamentos aumentaram 29,5% no AM; divórcios cresceram 171%, aponta IBGE

Esta ocorrência pode ser percebida tanto para o Estado quanto para a capital - foto: divulgação

Esta ocorrência pode ser percebida tanto para o Estado quanto para a capital – foto: divulgação

Se em quatro anos o numero de casamentos no Amazonas teve um aumento de 29,5%, por outro lado, a taxa de crescimento no número de divórcios foi, proporcionalmente, muito superior, atingindo a casa de 171%, segundo aponta a pesquisa do Registro Civil 2014, divulgada nesta segunda-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2010, foram 10.630 casamentos e em 2014 esse número passou para 13.630. Somente na capital, o aumento foi de 32%.

Os homens solteiros ainda são a grande maioria dos noivos (87,63%). No entanto, este percentual vem caindo, visto que em 2010 eles representavam 94,69%.

Mas se de um lado os noivos solteiros estão diminuindo, do outro o percentual de divorciados que entram em um novo casamento tem aumentado, passando de 7% em 2010 para 11,4% em 2014. Em Manaus, o número de casamentos envolvendo homens solteiros caiu de 89,5% para 86,1%, já os divorciados passaram de 8,1% para 12,9%.

Do total de casamentos entre homens e mulheres, 91% eram de mulheres solteiras, já as divorciadas representavam 8,2%. Os dados revelam que nos casamentos entre homens e mulheres vem caindo a representatividade das solteiras e aumentando a proporção de divorciadas.

Esta ocorrência pode ser percebida tanto para o Estado quanto para a capital. Em Manaus o percentual de divorciadas casando-se novamente passou de 5,5% em 2010 para 10,3% em 2014.

A faixa de idade preferida dos amazonenses para se casar esta entre 25 a 29 anos, 22,7% dos noivos estavam nessa faixa em 2014. Os noivos com 26 anos de idade foram a maioria (4,8%). Entre os noivos manauaras, a faixa etária preponderante também foi 25 a 29 anos e houve duas idades em que o percentual de noivos foi maior 26 e 27 anos, ambas com 4,94%.

Divórcio

O número de divórcios no Estado chegou a 5.781 em 2014, aumento de 171% em relação a 2010, muito em função de novas leis que facilitaram o acesso direto ao divórcio e eliminaram etapas que existiam anteriormente.

Considerando o tempo de casamento em que ocorreram os divórcios, a pesquisa registra que a maioria (15,8%) esta na faixa entre 10 e 14 anos de casados. Mas quando se verifica o ano específico, percebe-se que o terceiro ano de casamento é aquele em que os casais mais se divorciam.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir