Sem categoria

Enfermeiros reivindicam por melhorias salariais e ameaçam nova greve no Estado

enfermeiros

Os enfermeiros foram até o Ministério Publico do Trabalho (MPT-AM) exigir uma audiência para que se tenha alguma reposta do Município e do Estado. foto: divulgação

O Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Amazonas solicitou uma audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT-AM), na manhã de quarta-feira (21), para exigir que as propostas estabelecidas durante a negociação da greve da categoria, em 2014, sejam cumpridas pela prefeitura e pelo Estado. Os trabalhadores somam 4.200 no Estado e ameaçam paralisar novamente os serviços, caso não haja acordo.

Segundo o presidente do sindicato, Sidclei Lima, as reivindicações do grupo foram acordadas em abril do ano passado, durante a paralisação. Na ocasião, tanto o representante do Estado, quanto o do município, se comprometeram a cumprir as reivindicações que são principalmente o ajuste da data-base, pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e o Plano de Cargos e Salários (PCCS), na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Os funcionários da Susam estão desde maio sem o ajuste da data-base. Na Semsa, a questão do PCCS dos enfermeiros também não teve resposta. Difícil conviver com os desmandos e ficar calado. Exigimos o cumprimento de nossas demandas, caso contrario, vamos paralisar”, ressaltou Sindclei Lima.

Ainda com informações do presidente do sindicato, a audiência solicitada no Ministério Público do Trabalho (MPT-AM) deve acontecer na segunda-feira (26), com a presença dos representantes dos órgãos envolvidos.

“Vamos aguardar a resposta para que possamos resolver nossa situação. Caso não haja negociação, iremos paralisar todas as nossas atividades”, garantiu.

Por Mairkon Castro

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir