Sem categoria

Enfermeiros reivindicam por melhorias salariais e ameaçam nova greve no Estado

enfermeiros

Os enfermeiros foram até o Ministério Publico do Trabalho (MPT-AM) exigir uma audiência para que se tenha alguma reposta do Município e do Estado. foto: divulgação

O Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Amazonas solicitou uma audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT-AM), na manhã de quarta-feira (21), para exigir que as propostas estabelecidas durante a negociação da greve da categoria, em 2014, sejam cumpridas pela prefeitura e pelo Estado. Os trabalhadores somam 4.200 no Estado e ameaçam paralisar novamente os serviços, caso não haja acordo.

Segundo o presidente do sindicato, Sidclei Lima, as reivindicações do grupo foram acordadas em abril do ano passado, durante a paralisação. Na ocasião, tanto o representante do Estado, quanto o do município, se comprometeram a cumprir as reivindicações que são principalmente o ajuste da data-base, pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e o Plano de Cargos e Salários (PCCS), na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Os funcionários da Susam estão desde maio sem o ajuste da data-base. Na Semsa, a questão do PCCS dos enfermeiros também não teve resposta. Difícil conviver com os desmandos e ficar calado. Exigimos o cumprimento de nossas demandas, caso contrario, vamos paralisar”, ressaltou Sindclei Lima.

Ainda com informações do presidente do sindicato, a audiência solicitada no Ministério Público do Trabalho (MPT-AM) deve acontecer na segunda-feira (26), com a presença dos representantes dos órgãos envolvidos.

“Vamos aguardar a resposta para que possamos resolver nossa situação. Caso não haja negociação, iremos paralisar todas as nossas atividades”, garantiu.

Por Mairkon Castro

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir