Dia a dia

Empresário é assassinado no próprio bar, em possível acerto de contas, no ramal do Brasileirinho

 corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames de necropsia - foto: divulgação

corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames de necropsia – foto: divulgação

O empresário Júlio César Souza Revoredo, 39, foi morto a tiros na noite dessa quinta-feira (19), em frente ao próprio bar, localizado no quilômetro 11 do ramal do Brasileirinho, na Zona Leste de Manaus.

De acordo com o registro do Centro Integrado de Operações (Ciops), a vítima estava conversando com duas mulheres, em frente ao estabelecimento, quando dois homens, em uma motocicleta de placa e caraterísticas não informadas, se aproximaram e um dos suspeitos efetuou os disparos na direção do empresário.

Ainda conforme o Ciops, após efetuar os disparos, a dupla fugiu sem ser identificada. Júlio César não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A maioria dos tiros atingiu a cabeça da vítima, caracterizando o crime como uma execução.

Para a polícia, o homem morreu em possível acerto de contas, uma vez que os moradores da localidade informaram que o empresário era envolvido com o tráfico de drogas.

Populares do Ramal do Brasileirinho afirmaram à polícia que a vítima estaria envolvida com tráfico de entorpecentes e que a morte teria sido um acerto de contas.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames de necropsia. O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir