Dia a dia

Mulher é encontrada morta dentro de empresa no Mauazinho, com sinais de estrangulamento

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)- foto: Arthur Castro

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)- foto: Arthur Castro

A empresaria Eliene Canavarro de Souza, 35, foi encontrada morta com sinais de estrangulamento, dentro da empresa Tamatet Frutas e Legumes da qual ela era sócia, na noite dessa terça-feira (17), na avenida Abiurana, bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus.

A polícia informou que o corpo da vítima foi encontrado por um funcionário que não teve o nome divulgado. O mesmo estava passando pelo local e estranhou ao ver as luzes da empresa ligadas, além do carro da empresaria estacionado do lado de fora, e resolveu entrar.

A perícia do Instituo Criminalística informou que a mulher estava com um fio elétrico enrolado no pescoço, o que teria causado a morte. De acordo com a polícia, a vítima não tinha sinais de agressão física e nem de violência sexual.

Populares informaram à polícia que viram um taxi que não teve a placa divulgada chegar ao local e depois de algum tempo deixou o local, provavelmente o suposto autor estaria no veículo.

Até o momento, a polícia desconhece a motivação do crime, mas descarta a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte), já que nenhum pertence da vítima e nem da empresa foram levados.

As imagens das câmeras de segurança do local serão disponibilizadas à polícia para ajudar na investigação. O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir