Economia

Empreendedor já pode abrir empresa em três horas pela internet no AM

O processo de abertura, alteração e fechamento de empresas já pode ser realizado em apenas três horas, ao menos em oito municípios do Amazonas, por meio do portal ‘Empresa Super Fácil’, segundo afirma o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae no Amazonas, Douglas Mousse. Antes, de acordo com Douglas, o tempo de abertura de uma empresa de baixo risco era de 7 a 15 dias.

Em Manaus, o funcionamento está em processo de validação. Os municípios já totalmente habilitados no sistema são: Rio Preto da Eva, Tabatinga, Benjamin Constant, Presidente Figueiredo, Itapiranga, Careiro da Várzea, Autazes, e Tabatinga.

Eles passaram por testes e já estão em pleno funcionamento. Basta acessar www.empresasuperfacil.am.gov.br, e seguir os comandos, com todos os serviços online, dispensando a necessidade de deslocamento aos órgãos envolvidos.

“A Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), denominada no Amazonas ‘Empresa Super Fácil’, busca reduzir o tempo e principalmente a burocracia para a legalização de empresas”, reforça Douglas.

Ainda de acordo com ele, o objetivo é que o portal se torne usual para todo o Estado do Amazonas, como a principal fonte de informações e disponibilize ao empreendedor, em um ambiente totalmente virtual e simplificado, todos os registros necessários em um processo de constituição, legalização, alteração e encerramento de empresas.

O papel do Sebrae no Amazonas em prol da universalização da Redesim é feito em parceria com a Associação Amazonense de Municípios (AAM) e tem por objetivo intensificar a operação e validação da Rede, através de grupos de trabalhos, articulação de parcerias e apoio na implantação.

Douglas Mousse revela que a meta é que ainda no mês de junho, o Portal seja validado em mais 15 municípios, e até setembro seja totalizado o número de 62 municípios. “Apoiamos desde o início a implementação da Redesim, com capacitação e articulação em diversos órgãos, e trabalhamos para estender a todo o Estado e promover o empreendedorismo local”, conclui.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir