Mundo

Embraer apoia investigação sobre acidente que matou familiares de Bin Laden

A Embraer enviou uma equipe de técnicos da empresa para Hampshire, na Inglaterra, para dar apoio à investigação sobre a queda de uma aeronave da empresa que transportava familiares de Osama Bin Laden, ex-líder terrorista da Al Qaeda.

Em nota oficial, a empresa brasileira prestou solidariedade aos familiares das vítimas do acidente com o jato Embraer Phenom 300 no aeroporto de Blakbushe, em Hampshire, e informou que está à disposição da autoridade aeronáutica local Air Investigation Branch (AAIB) para apoiar tecnicamente a investigação.

Segundo o protocolo internacional relativo a acidentes aéreos, as questões sobre a investigação devem ser direcionadas à autoridade aeronáutica.

O acidente matou a meia-irmã, o cunhado e a madrasta de Bin Laden, segundo a TV saudita al-Arabiya.

O jato levava os três familiares do ex-terrorista e um piloto jordaniano de Malpensa, em Milão (Itália), para o aeroporto de Blackbushe, no sul da Inglaterra. A aeronave caiu em um pátio de um estabelecimento de leilão de carros.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir