Cultura

Em seu 61º aniversário, Coral mais antigo de Manaus homenageia 20 anos do Festival de Ópera

O coral foi fundado em 19 março de 1956, pelo professor e maestro amazonense Nivaldo Santiago – Reprodução

O Coral João Gomes Júnior comemora 61 anos de história com um espetáculo que vai homenagear os vinte anos do Festival Amazonas de Ópera, nesta quinta-feira (13), no Teatro Amazonas, às 20h, com entrada gratuita. A Orquestra Amazonas Filarmônica participará da apresentação.

O repertório do espetáculo contará com trechos das óperas que marcaram o festival como “O Guarani”, de Carlos Gomes, “Carmen”, de Georges Bizet, “Nabuco”, de Giuseppe Verdi e “Turandot”, de Giacomo Puccini.

Será apresentado ainda um trecho do musical “A Noviça Rebelde”, além das canções “Eu Sei Que Vou Te Amar”, de Tom Jobim, “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, “Amigos Para Sempre”, de Andrew Lloyd Webber, e “Amazonas, Meu Amor”, de Chico da Silva.

Leia também: Festival Amazonas de Ópera completa duas décadas

Coral mais antigo de Manaus

O coral foi fundado em 19 março de 1956, pelo professor e maestro amazonense Nivaldo Santiago, que foi aluno do maestro paulista João Gomes Junior, que dá o nome ao coral, devido à história de sucesso que possui vinculada à música.

O coral se apresentará com Amazonas Filarmônica.

Nivaldo Santiago, após completar sua formação musical, desistiu de uma bolsa de estudos para um conservatório de música no exterior, para formar o novo coral. Ele enfrentou muitas dificuldades para mantê-lo na década de 50. No entanto, contou com pessoas que prestaram ajuda ao grupo, desde governantes até os cidadãos mais simples.

Os primeiros ensaios do coral eram realizados na Catedral Metropolitana de Manaus, onde eram feitas as classificações dos componentes do coral. Hoje o coral faz apresentações durante todo o ano, com 40 integrantes,que se reúnem na casa de dona Cleomar Feitoza, presidente do Coral, duas vezes por semana, para os ensaios com a regência do maestro Moisés Rodrigues.

De tão conhecido, o coral ganhou um livro que conta sua história: “Coral João Gomes Junior: uma aventura musical no Amazonas”, de Elson Farias, lançado em 2010.

João Gomes Junior

O maestro paulista João Gomes Junior é um ícone da música erudita brasileira. De 1877 a 1954, compôs 627 obras distribuídas pelos vários gêneros: óperas líricas, sinfonias, suítes orquestrais, quartetos, solo de flauta, trios, músicas religiosas, música de câmara, solos de piano, canto e piano, solos de violino, solo de violoncelo, músicas orfeônicas, infantis e escolares.

Bruna Chagas

Com informações da assessoria

EM TEMPO

Leia mais: 

20º Festival Amazonas de Ópera anuncia mudanças na programação

Tradição dos castrati é tema de Concerto do XX Festival Amazonas de Ópera, nesta sexta

Festival Amazonas de Ópera projeta Estado no cenário cultural internacional, diz governador

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir